A cantora é capa e recheio de outubro da ‘Glamour’
Gwen Stefani mostrou que é uma boa dona de casa – ou pelo menos quis parecer que é –  em um ensaio para a edição de outrubro da revista “Glamour”. Nas fotos, ela aparece em um supermercado, carregando cestinhas e fazendo pose em um carrinho gigante.

A cantora é capa e recheio de outubro da ‘Glamour’

Gwen Stefani mostrou que é uma boa dona de casa – ou pelo menos quis parecer que é –  em um ensaio para a edição de outrubro da revista “Glamour”. Nas fotos, ela aparece em um supermercado, carregando cestinhas e fazendo pose em um carrinho gigante.

gwen stefani foto revista glamour

gwen stefani fotos revista glamour

gwen stefani fotos revista glamour

Tags: , , , , ,

Comments ( 0 )
Joie aposta na matéria-prima com pintura automotiva no acabamento
Há cinco anos, Lucimary Pereira descobriu que poderia fazer um trabalho muito interessante se juntasse couro, palha e madeira. Com a ajuda de um marceneiro, começou a produzir bolsas com esses materiais, apenas como hobby, e o resultado foi muito bom.
Em 2006, a empresária viu a oportunidade de expandir os negócios e criou a Joie, que se especializou em bolsas com um toque mais artesanal. “Além de madeira, couro e palha, também utilizamos python, tudo com autorização do Ibama”, ressalta.
Mas o que realmente tem se diferenciado são os modelos feitos em MDF. Apenas como detalhe nas alças ou compondo a peça inteira, a matéria-prima leva pintura automotiva. “Às vezes os clientes preferem que a tinta seja à base de água, por isso, também elaboramos peças no estilo provençal”, explica Lucimary. O símbolo principal da marca, a flor, e o secundário, o beija-flor, são os desenhos que enfeitam cada uma das bolsas. Para o verão, a Joie procurou valorizar os elementos e as cores da natureza. Por isso, muitos tons pastel, além de verde e nude.
A empresária afirma que a ideia tem sido tão bem recebida, que já rendeu convites para participar de feiras, como a Mostra Acessórios de São Paulo, e a rodada de negócios do Senai. A repercussão tem sido tão boa que a Joie também foi convidada a participar do site internacional de artesanato www.novica.com.br.
Para os próximos meses, Lucimary afirma que o lançamento do novo site é o principal projeto: “Já fomos convidados para exportar produtos, mas por enquanto estamos indo com calma”. Ela adianta que, além da flor e do beija-flor, pretende variar os símbolos para a coleção de inverno 2010.

Joie aposta na matéria-prima com pintura automotiva no acabamento

Há cinco anos, Lucimary Pereira descobriu que poderia fazer um trabalho muito interessante se juntasse couro, palha e madeira. Com a ajuda de um marceneiro, começou a produzir bolsas com esses materiais, apenas como hobby, e o resultado foi muito bom.

foto-bolsa-aplicação-madeira-joie Em 2006, a empresária viu a oportunidade de expandir os negócios e criou a Joie, que se especializou em bolsas com um toque mais artesanal. “Além de madeira, couro e palha, também utilizamos python, tudo com autorização do Ibama”, ressalta.

Mas o que realmente tem se diferenciado são os modelos feitos em MDF. Apenas como detalhe nas alças ou compondo a peça inteira, a matéria-prima leva pintura automotiva. “Às vezes os clientes preferem que a tinta seja à base de água, por isso, também elaboramos peças no estilo provençal”, explica Lucimary. O símbolo principal da marca, a flor, e o secundário, o beija-flor, são os desenhos que enfeitam cada uma das bolsas. Para o verão, a Joie procurou valorizar os elementos e as cores da natureza. Por isso, muitos tons pastel, além de verde e nude.

A empresária afirma que a ideia tem sido tão bem recebida, que já rendeu convites para participar de feiras, como a Mostra Acessórios de São Paulo, e a rodada de negócios do Senai. A repercussão tem sido tão boa que a Joie também foi convidada a participar do site internacional de artesanato www.novica.com.br.

Para os próximos meses, Lucimary afirma que o lançamento do novo site é o principal projeto: “Já fomos convidados para exportar produtos, mas por enquanto estamos indo com calma”. Ela adianta que, além da flor e do beija-flor, pretende variar os símbolos para a coleção de inverno 2010.

Tags: , , , , ,

Comments ( 0 )
O tênis de cano alto, sucesso dos anos 1980, está de volta. Os primeiros modelos surgiram nas quadras de basquete norte-americanas e caíram rapidamente no gosto de jovens, atletas ou não. Confira abaixo as releituras atuais que cinco marcas propõem para o calçado:
Em uma recente parceria com a Liberty, marca londrina especializada em estampas florais, a Nike lançou um tênis feminino de cano alto. Com pelo menos quatro diferentes composições de flores em harmonia, o azul predomina no modelo, presente no símbolo lateral, no cadarço e em uma etiqueta da lingueta.
Com aspecto mais urbano e moderno, o novo modelo Puma é uma releitura do “Sky I”, lançado exatamente em 1980. Além de um degradê na lateral e do solado bicolor, o calçado conta com dois velcros, dispostos ao longo do cano.
Sem cadarços, o tênis Reebok ganhou sete velcros do cano até o bico. A estampa repleta de ursinhos e nuvens, usando somente variações das cores primárias, deixou o visual divertido e com ares infantis.
Indo de uma estampa infantil de ursos para uma discreta padronagem réptil, chegamos ao novo modelo da Vans. Em preto e branco, o calçado segue o formato característico da marca, mas diferencia-se por três costuras horizontais ao longo do cano alto.
A Lacoste, que arrisca passos maiores no segmento de calçados e vai triplicar investimentos na área em 2010, também aposta no formato alongado para o cano. A versão em laranja, prata e branco é um dos três calçados que compõe a linha futurística da marca, inspirada nos astronautas e nas grandes naves espaciais.

O tênis de cano alto, sucesso dos anos 1980, está de volta. Os primeiros modelos surgiram nas quadras de basquete norte-americanas e caíram rapidamente no gosto de jovens, atletas ou não. Confira abaixo as releituras atuais que cinco marcas propõem para o calçado:

tenis-cano-alto-nike

Em uma recente parceria com a Liberty, marca londrina especializada em estampas florais, a Nike lançou um tênis feminino de cano alto. Com pelo menos quatro diferentes composições de flores em harmonia, o azul predomina no modelo, presente no símbolo lateral, no cadarço e em uma etiqueta da lingueta.

tenis-cano-alto-puma

Com aspecto mais urbano e moderno, o novo modelo Puma é uma releitura do “Sky I”, lançado exatamente em 1980. Além de um degradê na lateral e do solado bicolor, o calçado conta com dois velcros, dispostos ao longo do cano.

tenis-cano-alto-rebook

Sem cadarços, o tênis Reebok ganhou sete velcros do cano até o bico. A estampa repleta de ursinhos e nuvens, usando somente variações das cores primárias, deixou o visual divertido e com ares infantis.

tenis-cano-alto-vans

Indo de uma estampa infantil de ursos para uma discreta padronagem réptil, chegamos ao novo modelo da Vans. Em preto e branco, o calçado segue o formato característico da marca, mas diferencia-se por três costuras horizontais ao longo do cano alto.

tenis-cano-alto-lacoste

A Lacoste, que arrisca passos maiores no segmento de calçados e vai triplicar investimentos na área em 2010, também aposta no formato alongado para o cano. A versão em laranja, prata e branco é um dos três calçados que compõe a linha futurística da marca, inspirada nos astronautas e nas grandes naves espaciais.

Tags: , , , , ,

Comments ( 21 )
A gente adora moda. E a gente adora, mais ainda, séries de TV  que lançam moda. É por isso que elegemos um top 5 com os personagens mais elegantes, estilosos, hypes e cool do mundo dos seriados.
O primeiríssimo lugar vai para Carrie Bradshaw, de ‘Sex & The City’, que lançou a moda dos vestidos armados e acinturados. Nossa amada escritora nova-iorquina era tão compulsiva por moda, que gastava todo o seu salário nos caríssimos sapatos de Manolo Blahnik.
A medalha de prata vai para a série que dá show de moda: ‘Gossip Girl’. Os adolescente riquíssimos do Upper East Side, de Nova York, parecem viver em um desfile de moda diário. Todo o elenco da série é super bem vestido. Blair e Serena nunca repetem roupa e lançaram moda da meia-calça colorida. Decotes e roupas curtinhas também são muito bem-vindos.
E não são só as mulheres que dão show. Chuck, por exemplo, é um adolescente vestido de lorde inglês. Os ternos, coletes e gravatas são um luxo só.
O terceiro lugar vai para elas, que provaram que dona-de-casa não tem que passar o dia de avental e com farinha no cabelo. Elas são mães, esposas, fazem faxina e comida e, ainda assim, estão sempre lindíssimas. A série ‘Desperate Housewives’ provou que dá, sim, para envelhecer com saúde e muito luxo.
Marissa, de ‘The O.C.’, deixou muita saudade ao morrer na terceira temporada da série. Não só pela personagem, queridíssima entre ou fãs, ou por causa do romance com Ryan, ou pelas cenas quentíssimas de quando resolveu namorar uma menina. Marissa lançou moda. Era uma delícia ver suas roupinhas à moda californiana. Vestidos soltinhos e descolados era a preferência no guarda-roupa da personagem.
Em último lugar, mas não menos fashion, está Rachel Green. A musa de ‘Friends’ tinha o sonho de trabalhar com moda. E conseguiu. O amor da vida de Ross arrumou um emprego na Ralph Lauren, que inclusive fez uma participação especial e divertidíssima na série.

A gente adora moda. E a gente adora, mais ainda, séries de TV que lançam moda. É por isso que elegemos um top 5 com os personagens mais elegantes, estilosos, hypes e cool do mundo dos seriados.

carrie-bradshaw-sex-and -the-city

O primeiríssimo lugar vai para Carrie Bradshaw, de ‘Sex & The City’, que lançou a moda dos vestidos armados e acinturados. Nossa amada escritora nova-iorquina era tão compulsiva por moda, que gastava todo o seu salário nos caríssimos sapatos de Manolo Blahnik.

gossip-girl

A medalha de prata vai para a série que dá show de moda: ‘Gossip Girl’. Os adolescente riquíssimos do Upper East Side, de Nova York, parecem viver em um desfile de moda diário. Todo o elenco da série é super bem vestido. Blair e Serena nunca repetem roupa e lançaram moda da meia-calça colorida. Decotes e roupas curtinhas também são muito bem-vindos.

E não são só as mulheres que dão show. Chuck, por exemplo, é um adolescente vestido de lorde inglês. Os ternos, coletes e gravatas são um luxo só.

desperate-housewives

O terceiro lugar vai para elas, que provaram que dona-de-casa não tem que passar o dia de avental e com farinha no cabelo. Elas são mães, esposas, fazem faxina e comida e, ainda assim, estão sempre lindíssimas. A série ‘Desperate Housewives’ provou que dá, sim, para envelhecer com saúde e muito luxo.

marissa-the-oc

Marissa, de ‘The O.C.’, deixou muita saudade ao morrer na terceira temporada da série. Não só pela personagem, queridíssima entre ou fãs, ou por causa do romance com Ryan, ou pelas cenas quentíssimas de quando resolveu namorar uma menina. Marissa lançou moda. Era uma delícia ver suas roupinhas à moda californiana. Vestidos soltinhos e descolados era a preferência no guarda-roupa da personagem.

rachel-green-friends

Em último lugar, mas não menos fashion, está Rachel Green. A musa de ‘Friends’ tinha o sonho de trabalhar com moda. E conseguiu. O amor da vida de Ross arrumou um emprego na Ralph Lauren, que inclusive fez uma participação especial e divertidíssima na série.

fonte:www.tanavitrinetanacea.com.br

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 1 )
Marcas internacionais apostam em padronagens incomuns e cores fortes
Se neste inverno brasileiro as meias-calças já receberam atenção especial, para as próximas temporadas elas prometem ter destaque total nos looks. Pelo menos, é o que têm sido mostrado nos últimos lançamentos internacionais.
No início de julho, já havíamos divulgado a marca argentina MEDIASTINTAS, especializada em peças com estampas que imitam tatuagens e pinturas.
Mais recentemente, quem apresentou uma linha de meias-calças bem incomuns foi a marca Pretty Polly, em parceria com o estilista inglês Henry Holland, que tem Agyness Deyn como musa. As peças vêm com desenhos mais localizados, mas com um toque de descontração. Destaque para o modelo que imita uma cinta-liga. Além de preto, estão disponíveis em fúcsia, lilás e turquesa.
Também entram nesse conceito as meias da marca Pamela Mann, que há pouco tempo expôs seus lançamentos para o verão 2011 na feira londrina Pure*. Histórias em quadrinhos, estampas geométricas e um toque pop art dão o tom das peças, que vêm em cores muito vibrantes. Algumas ainda apresentam detalhes de rasgados e brilhos.

Marcas internacionais apostam em padronagens incomuns e cores fortes

Se neste inverno brasileiro as meias-calças já receberam atenção especial, para as próximas temporadas elas prometem ter destaque total nos looks. Pelo menos, é o que têm sido mostrado nos últimos lançamentos internacionais.

No início de julho, já havíamos divulgado a marca argentina MEDIASTINTAS, especializada em peças com estampas que imitam tatuagens e pinturas.

MEDIASTINTAS-meias calça-popMEDIASTINTAS-meias calças

Mais recentemente, quem apresentou uma linha de meias-calças bem incomuns foi a marca Pretty Polly, em parceria com o estilista inglês Henry Holland, que tem Agyness Deyn como musa. As peças vêm com desenhos mais localizados, mas com um toque de descontração. Destaque para o modelo que imita uma cinta-liga. Além de preto, estão disponíveis em fúcsia, lilás e turquesa.

Pretty Polly-meia calçaPretty Polly-meia calça-cinta liga

Pretty Polly-meias calçaMarcas internacionais apostam em padronagens incomuns e cores fortes

Também entram nesse conceito as meias da marca Pamela Mann, que há pouco tempo expôs seus lançamentos para o verão 2011 na feira londrina Pure*. Histórias em quadrinhos, estampas geométricas e um toque pop art dão o tom das peças, que vêm em cores muito vibrantes. Algumas ainda apresentam detalhes de rasgados e brilhos.

Pamela Mann-meia calça

Pamela Mann-meias calças

fonte: www.usefashion.com.br

Tags: , , , , , , ,

Comments ( 5 )
Não precisa ficar com vergonha se você não souber nada.
O termo Alta-Costura (Haute Couture, do original, em francês) é usado para se referir aos desfiles cujas peças são produzidas manualmente. Isso mesmo. Nada de produção em máquinas ou fábricas.
É quando o estilista cria uma peça da maneira mais primitiva possível: mão, linha e agulha.
O estilista se torna um artista, praticamente um artesão. É a maior oportunidade que ele tem de expressar sua criatividade. Mostrar tecidos, bordados, cores. E, sutilmente, o que pode virar tendência com adaptações, é claro.
Há quem critique o distanciamento criado pelas coleções de alta-costura com o que está nas lojas. Mas a beleza é exatamente essa. Nada do que é produzido neste tipo de desfile tem pretensão de chegar às lojas.
As roupas são espécies de obras de arte e seus compradores são colecionadores. Quem adquire um vestido desses, por exemplo, expõe como se fosse um quadro. É o mesmo tipo de mercado. Os compradores são, geralmente, milionários apaixonados por moda.
Infelizmente, há alguns anos, este mercado entrou em decadência. A crise financeira afastou os principais compradores, já que se tratam de artigos de luxo. Algumas marcas, inclusive, já desistiram deste negócio.

Não precisa ficar com vergonha se você não souber nada.

O termo Alta-Costura (Haute Couture, do original, em francês) é usado para se referir aos desfiles cujas peças são produzidas manualmente. Isso mesmo. Nada de produção em máquinas ou fábricas.

É quando o estilista cria uma peça da maneira mais primitiva possível: mão, linha e agulha.

O estilista se torna um artista, praticamente um artesão. É a maior oportunidade que ele tem de expressar sua criatividade. Mostrar tecidos, bordados, cores. E, sutilmente, o que pode virar tendência com adaptações, é claro.

Há quem critique o distanciamento criado pelas coleções de alta-costura com o que está nas lojas. Mas a beleza é exatamente essa. Nada do que é produzido neste tipo de desfile tem pretensão de chegar às lojas.

As roupas são espécies de obras de arte e seus compradores são colecionadores. Quem adquire um vestido desses, por exemplo, expõe como se fosse um quadro. É o mesmo tipo de mercado. Os compradores são, geralmente, milionários apaixonados por moda.

Infelizmente, há alguns anos, este mercado entrou em decadência. A crise financeira afastou os principais compradores, já que se tratam de artigos de luxo. Algumas marcas, inclusive, já desistiram deste negócio.

armani-alta costurachanel-alta costurachristian dior-alta costuraJean paul gaultier-alta costura
yves saint laurent-alta costurafonte: www.tanavitrinetanacea.com.br

Tags: , , , ,

Comments ( 0 )

biquini- Le Mont Saint Michel-verão-2009

Podemos dizer que os brasileiros são os maiores entendedores de moda verão, especialmente moda praia. Certo? Uns dizem que sim, outros dizem que não.

Mas o fato é que não custa nada dar uma olhada no que está rolando quando o assunto é “moda praia” no resto do mundo.
A gente precisa levar em consideração que os biquínis lá de fora são bem mais, digamos, comportados, já que estrangeiros não estão acostumados com o nosso corte mais cavado no bumbum.

Podemos dizer que os brasileiros são os maiores entendedores de moda verão, especialmente moda praia. Certo? Uns dizem que sim, outros dizem que não.

Mas o fato é que não custa nada dar uma olhada no que está rolando quando o assunto é “moda praia” no resto do mundo.

A gente precisa levar em consideração que os biquínis lá de fora são bem mais, digamos, comportados, já que estrangeiros não estão acostumados com o nosso corte mais cavado no bumbum.

biquini- Le Mont Saint Michel-verão-2009biquini-bronzette-verão-2009biquini-sportmax-verão-2009Guia la Bruna-biquini-verão-2009fonte: www.tanavitrinetanacea.com.br

Tags: , , ,

Comments ( 0 )
Nas Semanas de Moda primavera/verão 2010, que aconteceram em junho deste ano, em São Paulo e no Rio de Janeiro, a gente viu muito brilho, muito paetê.
É em agosto que as lojas começam a renovar suas coleções pensando nas estações mais quentes do ano. O que a gente pode perceber é que os estilistas vão investir em roupas bordadas de paetê. E a grande novidade é que o brilho vai ser um arraso não só na noite, mas no dia.
Aí vão alguns exemplos de como misturar peças brilhosas e chamativas sem ficar over.

Nas Semanas de Moda primavera/verão 2010, que aconteceram em junho deste ano, em São Paulo e no Rio de Janeiro, a gente viu muito brilho, muito paetê.

É em agosto que as lojas começam a renovar suas coleções pensando nas estações mais quentes do ano. O que a gente pode perceber é que os estilistas vão investir em roupas bordadas de paetê. E a grande novidade é que o brilho vai ser um arraso não só na noite, mas no dia.

Aí vão alguns exemplos de como misturar peças brilhosas e chamativas sem ficar over.

Jaquetas com brilho

Jaquetas com brilho

Isabela Capetto

Isabela Capetto

Maria Bonita Extra

Maria Bonita Extra

Osklen

Osklen

fonte:www.tanavitrinetanacea.com.br

Tags: , , , , , , , , , ,

Comments ( 2 )
Cerca de meio milhão de pessoas se reuniram em uma fazenda em Bethel, perto de Nova York, entre os dias 15 e 17 de agosto de 1969. Há quarenta anos, acontecia o Woodstock, festival de música mais importante de  todos os tempos.
Para celebrar, estilistas da atualidade inspiraram suas coleções na moda hippie da época. Seria a volta do hippie chique? Calça boca-de-sino, vestidos super soltinhos, sandálias rasteirinhas com tiras de couro, faixas na cabeça, óculos redondinhos…

Cerca de meio milhão de pessoas se reuniram em uma fazenda em Bethel, perto de Nova York, entre os dias 15 e 17 de agosto de 1969. Há quarenta anos, acontecia o Woodstock, festival de música mais importante de  todos os tempos.

Woodstock

Woodstock

Woodstock

Woodstock

Para celebrar, estilistas da atualidade inspiraram suas coleções na moda hippie da época. Seria a volta do hippie chique? Calça boca-de-sino, vestidos super soltinhos, sandálias rasteirinhas com tiras de couro, faixas na cabeça, óculos redondinhos…

Woodstock

Woodstock

fonte:www.tanavitrinetanacea.com.br

Tags: , , , , , , , , , , ,

Comments ( 1 )
Sandálias superaltas para o verão 2010
Salto alto a maioria das brasileiras adora. Depois então de trazermos um panorama sobre as rasteiras, as sapatilhas e os sapatos da estação verão 2010, acompanhe agora sandálias com saltos altíssimos.
. Selecionamos três marcas que apostam em cores abertas, primaveris: Stéphanie Classic inova no fachetado multicolor do salto; Shoesserie contrasta tons da palmilha, salto e cabedal ; enquanto Legaspi aplica o verde-antigo à sua tendência étnico-chic. Inclusive mistura couro de diferentes texturas, como peixe, incluindo arraia, tatu, cobra e zebra.
Bottero investiu em diversos modelos com tom neutro no cabedal, contrastando com o do solado. Nestes, há branco versus preto e caramelo versus floral aquarelado. Especificamente no quesito salto, plataformas e anabelas receberam forrações, madeiras, fachetes e pinturas especiais, como a da imagem .
Por fim, Werner, que está completando 40 anos de atuação no segmento feminino de calçados. O destaque desta coleção é justamente o “uso abusivo de saltos”, anotam. São plataformas e cepas com 11 visuais diferentes. Neste modelo, apelo étnico, cabedal com dezenas de tiras em camurça metalizada, mais salto e meia pata com estampa píton

Salto alto a maioria das brasileiras adora. Depois então de trazermos um panorama sobre as rasteiras, as sapatilhas e os sapatos da estação verão 2010, acompanhe agora sandálias com saltos altíssimos.

Shephanie Classis Sandália Verão 2010

Shephanie Classis Sandália Verão 2010

Selecionamos três marcas que apostam em cores abertas, primaveris: Stéphanie Classic inova no fachetado multicolor do salto; Shoesserie contrasta tons da palmilha, salto e cabedal ;

enquanto Legaspi aplica o verde-antigo à sua tendência étnico-chic. Inclusive mistura couro de diferentes texturas, como peixe, incluindo arraia, tatu, cobra e zebra.

Legaspi Sandália Verão 2010

Legaspi Sandália Verão 2010

Bottero investiu em diversos modelos com tom neutro no cabedal, contrastando com o do solado. Nestes, há branco versus preto e caramelo versus floral aquarelado. Especificamente no quesito salto, plataformas e anabelas receberam forrações, madeiras, fachetes e pinturas especiais, como a da imagem .
Bottero sandália Verão 2010

Bottero sandália Verão 2010

Por fim, Werner, que está completando 40 anos de atuação no segmento feminino de calçados. O destaque desta coleção é justamente o “uso abusivo de saltos”, anotam.

Werner Sandália Verão 2010

Werner Sandália Verão 2010

São plataformas e cepas com 11 visuais diferentes. Neste modelo, apelo étnico, cabedal com dezenas de tiras em camurça metalizada, mais salto e meia pata com estampa píton .

Tags: , , , , , , ,

Comments ( 6 )
Página 63 de 65« Primeira...102030...6162636465