Quem abriu o 4º dia de desfiles de inverno 2012 no Pier Mauá foi Walter Rodrigues, desta vez com cenas da primeira grande guerra na sua cabeça. Assim, a coleção mostrou uma silhueta rígida (inclusive com coturnos My Shoes nos pés!), que priorizou tecidos, seus pesos e texturas. “Amish, Metodista e Calvinista foram palavras constantes”, explicou. Na cartela, destaque para preto, cinza, off-white, vermelho e royal.

  

R. Groove misturou esporte à alfaiataria, utilizando materiais como sarja resinada e lã pesada. São blusas de tricô, calças mais folgadas e jaquetas com pegada geométrica. Bege, cinza e preto mantém certo minimalismo, acendido por turquesa, vinho e laranja, além das estampas de um ventilador antigo, da face de um macaco e de neve.

  

A top Isabeli Fontana abriu a apresentação sofisticada da Ágatha ao som de Pink Floyd e usando um vestido em glitter chumbo. Do moletom cinza mescla aos tecidos requintados e brilhosos, todas as modelagens valorizam uma mulher que tem vaidade e estilo, mas não abandona o conforto de roupas mais folgadas, inclusive uso de capas.

  

Denominada “Afro Samurai”, a coleção da Filhas de Gaia valoriza o corpo feminino. Vestidos e saias longas recebem recortes, assimetrias efeito mullet ou amplas fendas. O p&b tem destaque, algumas vezes junto a cores fortes, como turquesa e uva.

  

Quem encerrou a penúltima noite de desfiles foi a Printing, desta vez misturando Art Nouveau e Art Déco com listras, num colorido mais fechado (laranja, bordô e azul) até chegar no p&p, verde-musgo e a união destas com as primeiras cores. É um inverno de linhas retas, muita camisaria e blazeres fechados em cima e comprimentos curtos embaixo. Atenção ainda aos bordados.

  

 

Fotos: ImaxTREE
FONTE: USEFASHION

Tags: , , , , , , ,

Leave a Reply