Ausländer, Melk Zda, Giulia Borges e Victor Dzenk
Com termômetros marcando 35ºC, e sensação térmica muito além, chinelinhos, vestidões, shorts e bermudas compuseram o figurino de quem esteve no Píer Mauá. Na passarela, outra realidade: um mundo em preto anuncia o inverno que parece muito, muito distante. Mas é só no que diz respeito à temperatura externa. No plano dos negócios de moda, é mais do que hora de ver o que está acontecendo. Confira a seguir as 4 marcas que abriram o 1º dia de desfiles do renovado Fashion Rio:
A carioca Ausländer ensaiou vôo noturno, com roupa inspirada em punk rock para rapazes e garotas. Muitos spikes de metal, jaquetas perfecto e leggings, na melhor tradução da tendência Rebelde, fartamente anunciada pela UseFashion. As camisetas que fizeram a história da marca ganharam frases engraçadas ou provocativas, perguntando se existe vida sem Blackberrys e afirmando que “pornografia é o novo preto”.
Melk Zda, que traz hostess da tradição artesanal pernambucana para o mundo, arriscou-se corajosamente em coleção ainda mais experimental e inventiva, com muito volume e pesquisa têxtil. Madeira e carpintaria comandam os trabalhos, e a roupa conta com um minucioso painel de diferentes formas de aplicação decorativa destes recursos. A cartela de cores, em tons derivados e alguma inserção do azul turquesa, quebra qualquer possibilidade de monotonia.
Ao apresentar um universo de inocência infantil, com muitos babados, lacinhos e poás em preto e branco, além de fechamentos e detalhes de modelagem deslocada, Giulia Borges criou uma espécie de versão noir do girlie. Os vestidos cheios de detalhes e recortes conduzem esta coleção de identidade romântica e alma ligeiramente torta. A estilista esbanja domínio técnico utilizando materiais de pesos e texturas muito diferentes na mesma peça.
Victor Dzenk gosta de temas grandiosos. Desta vez, abraçou a antiguidade clássica para fazer seus esvoaçantes vestidos de caimento leve, decorados com clichês do imaginário que cerca a cultura grega. A cenografia acompanhou: inevitáveis colunas e música ao vivo de uma harpista envolta em túnica branca. O estilista é coerente e atende um público fiel à sua moda festa, que aplaudiu muito e saiu satisfeito com o que viu
fonte: www.usefashion.com.br

Tags: , , , , , , ,

Leave a Reply