O primeiro dia do evento atraiu cerca de 10 mil pessoas e promete chegar às 45 mil até sexta-feira

Tendo a qualidade como o principal foco e o tema Consciência Criativa, a 13ª edição do Dragão Fashion Brasil conta com um investimento de R$ 1,5 milhão neste ano. A verba foi garantida por “um conjunto de apoiadores, patrocinadores, instituições e do Governo do Estado”, afirma o idealizador do evento, Cláudio Silveira. O DFB, que começou ontem e vai até sexta-feira, estima receber um público de 45 mil pessoas em uma estrutura de 30 mil metros quadrados montada no Centro de Convenções Edson Queiroz. De acordo ainda com Cláudio, em 2012 o Dragão Fashion ganha força quando o assunto é reunir parcerias. “Desta vez, tivemos uma melhora de apoio vindo do Governo do Estado. Tivemos um grande incentivo de Ivo Gomes. Ele abriu portas, fazendo com que as empresas olhassem o evento com outros olhos” comemora.

Foco na moda autoral

Em sua edição anterior o Dragão Fashion contou com 38 desfiles de moda que movimentaram o Centro de Convenções Edson Queiroz Ceará. Para este ano, eles foram reduzidos em 28, mas com qualidade dobrada, segundo Silveira. “Nós eliminamos desfiles que não agregavam nada ao evento por terem valor comercial. Estamos tentando focar mais no artesanato, na moda autoral. Para isso estamos trazendo desfiles internacionais”.

Indústria Criativa

Em parceria com o Senac, o projeto inédito no mundo da moda selecionou 20 pessoas – entre artistas, designers e estudantes – com a missão de desenvolver uma coleção em tempo real, durante todos os dias do evento, em uma instalação no Centro de Convenções. A novidade conta com a participação do estilista e diretor de criação Jum Nakao, que esteve em Fortaleza para escolher os participantes.

Feita em um formato de reality show e aberta ao público, que acompanha ao vivo e virtualmente o nascimento da nova coleção, a atração chamou a atenção de quem passava por perto. O resultado do projeto vai encerrar o evento com uma apresentação do desfile na sala principal.

Para Nakao, a ideia da Indústria Criativa é reunir vivências de vários pessoas do ramo. “Os talentos se somam, pessoas estão dividindo conhecimento e essa soma de saberes produz um grande resultado”, disse o estilista no primeiro dia do Dragão Fashion Brasil.

Artesanato local

O projeto “Kza do Dragão” entrou no seu segundo ano dentro do evento e foi um dos destaques da primeira noite. A ideia, também de Cláudio Silveira, reforçou o valor da arte nordestina aliada a conceitos urbanos, sem deixar de lado a sofisticação. A coleção 2012 foi lançada e comercializada no próprio DFB, em uma megastore montada na própria estrutura.

Artesãs de quatro comunidades de Fortaleza e Região Metropolitana participaram de uma visita guiada pelo Dragão Fashion.

Mais informações:

13º Dragão Fashion Brasil

De 9 a 13 de abril – Centro de Convenções Edson Queiroz

Telefone: (85) 3261.3656

Tags: , , , ,

Leave a Reply