Ivete Sangalo entende de moda festa, em sua versão mais animada nos palcos e no topo dos trios que comanda a cada Carnaval. Depois de se lançar como vocalista da Banda Eva, a cantora nascida em Juazeiro, na Bahia, firmou seu nome no cenário musical brasileiro com a carreira solo deslanchada pelos hits do álbum homônimo, lançado em 1999.

Desde então, são mais de 16 anos de sucessos e empolgação nos palcos e nos trios que comanda a cada edição da festa anual em Salvador. O histórico fashion é marcado pelos figurinos brilhantes em cada parada das turnês (nacionais e internacionais). Em cima dos trios, as produções ganham potência elevada de diversão com fantasias sempre temáticas, assinadas por estilistas e etiquetas que acompanham a cantora.

Sangalo conta com aproximação cada vez maior com a moda: já levou criações de etiquetas brasileiras como Cia. Marítima, Martha Medeiros, Printing e Patricia Bonaldi, entre outras, aos palcos além de riscar o tapete vermelho e ganhar as telas em aparições marcantes com labels internacionais como Givenchy, Mugler e Versace.

Unindo o universo do Carnaval e da moda, Ivete contou com aparição sensação em 2015 no Baile de Gala e Fantasia da Vogue com look custom made por Sandro Barros de valor estimado em R$ 46 mil. O vestido inspirado em Maria Antonieta levou cerca de 790 horas para ficar pronto, trabalhadas por um time de 11 pessoas liderado pelo expert em moda festa.

Nos palcos, a receita de sucesso para o figurino é formada por bodies cravejados de pedrarias e bordados que garantem brilho extra à energia da cantora. Para a turnê mais recente, ela desfilou uma sucessão de peças assinadas por Davidson Zanine, criados sob supervisão da stylist Patricia Zuffa.

Em antecipação ao Carnaval 2017, relembre nas imagens produções marcantes já desfiladas pela estrela ao longo dos anos.

Fonte: Vogue

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

beyonce-look-box

Você pode estar acostumada a ver Beyoncé no topo de botas cuissard estratosféricas e com bodies cravejados de cristais e rebites, mas a diva do pop sabe também – e como ninguém – vestir um terninho quando a situação pede.

É claro que, como rainha que é, a Queen Bey não veste qualquer tailleur para sair por aí. Nos cinco looks abaixo, veja como ela transformou o conjuntinho básico em um visual cheio de informação de moda e personalidade.

beyonce-look-3

1. O básico terninho com dupla abotoadura que fez muito sucesso nos anos 80 e 90 aparece em versão contemporânea graças à microssaia e às sandálias clean. Com beleza natural, o conjunto fica minimalista e nada datado.

beyonce-look-1

2. Azul klein é uma das cores do momento e tira o terninho do básico. O shape sequinho com calças skinny e escarpin metalizado – outra tendência da temporada – fazem facilmente com que o look transite do escritório para um jogo de basquete, cenário em que a cantora foi flagrada.

beyonce-look-2

3. Para receber o prêmio de Fashion Icon do CFDA, Bey escolheu um look de impacto: o terno levemente oversized clássico fica glamoroso e fun graças à padronagem risca de giz que foi ornamentada com cristais. O chapéu, no mesmo estilo que ela usa no clipe de Formation, traz um toque ainda mais vanguardista ao visual – para as que têm atitude.

beyonce-look-4

4. Em vez de separates combinando, Bey escolheu um blazer-sobretudo para combinar com calça de couro e criar um look boyish que beira o genderless. Para complementar, a gravatinha em laço, que dá charme e ares divertidos à composição.

beyonce-look-5

5. Quer ousar e ainda assim manter o look sofisticado? Faça como a Queen Bey e aposte não só no tuxedo estilo capa vermelho como em nenhum top por baixo. O look roubou todas as atenções na plateia da luta de boxe que a diva assistia ao lado de Jay-Z – nessas situações, a fita dupla-face é sua melhor amiga.

 

Fonte: Vogue

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

MaxMara, Blugirl e Emilio Pucci estão entre os estilistas que apostaram em looks navy para o verão 2016.

maxmata

MaxMara verão 2016 (Foto: Walt Disney Pictures e Getty Images)

Ahoy, captain! Depois de uma viagem ao fundo do mar na semana de moda de Nova York – com direito a sereias, brilho e criaturas místicas –, o segundo dia de Milão é marcado pelo uso de referências navy.

Na MaxMara, interpretações literais do listrado em azul e branco e vermelho e branco ganharam forma em peças não tão literais assim, perfeitas para serem usadas em cenários urbanos. O look marinheiro ganhou ares de Wall Street em uma manhã chuvosa no casaco mídi com botões dourados, enquanto o vestido de manga longa é o look perfeito para um dia em Capri.

blugil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Blugirl verão 2016 (Foto: Imaxtree)

Por outro lado, na Blugirl, o listrado navy recebeu tratamento glamoroso ao aparecer com paetês emov minivestidos oversized e bodies comportados (devidamente combinados a cintos poderosos). Em uma verão que pode sair da passarela e ir direto para o closet, o visual marinheiro é usado como toque fun ao vestido mídi acinturado, que ganha babados na gola e tem a cara do verão europeu.

pucci

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Emilio Pucci verão 2016 (Foto: Imaxtree)

Na Emilio Pucci – que foi marcada pela estreia de Massimo Giorgetti à frente de uma coleção completa da grife –, a tendência navy apareceu bem menos óbvia, mas não menos interessante. Ao invés de se apropriar puramente do listrado, o estilista aplicou elementos do oceano (como conchas, estrelas-do-mar, polvos e corais) em forma de bordados – e levou as cordas dos barcos dos pescadores para bolsas, sandálias e trançados.

Fonte: VOGUE

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )