Sinônimo absoluto de glamour e elegância, o animal print deixou de ser uma tendência temporal e, hoje, é considerado um item clássico do guarda-roupa feminino – assim como o “pretinho básico”.  Sucesso entre as divas do cinema da década de 1950, como Marilyn Monroe e Brigitte Bardot, e nos anos 1980, as padronagens inspiradas na pele dos animais surgem na estética tradicional e em um mix de cores inusitado. O segredo é sempre inovar! Nas passarelas, ele vem mostrando sua versatilidade e todo o seu lado moderno, graças às interpretações cheias de frescor e personalidade feitas pelos diretores criativos.

Definitivamente, a mais queridinha da família é a oncinha. Ela foi adotada como indispensável por marcas como Dolce&Gabbana que, desde o final da década de 80, usa a padronagem em suas peças superfemininas e marcantes. Já as grifes que têm a estética mais simples e minimalistas em seus DNAs levaram a estampa felina para itens que protagonizam com elementos neutros e com ar boyish, como Dries van Noten e Victoria Beckham. A italiana Bottega Veneta explorou tons mais lavados com contraste em preto para visuais poderosos.

A zebra também surge em propostas com linhas grandiosas e em diferentes texturas. No Fall 2013 da Tom Ford, um longo coberto por paetês em preto e branco com brilho ousado. A Roberto Cavalli trouxe uma versão leve e fluída para seu vestido com fenda e pequenos plissados na saia, com recortes retorcidos na cintura, deixando pele em evidência. Além das linhas, a Calvin Klein investiu no padrão que remete pelos.

E as manchas felinas parecem ter dominado o Spring 2019! A Baja East apresentou um caminho cool que leva o animal print para looks urbanos, em uma brincadeira de alfaiataria + t-shirt + tênis. Na Tom Ford, um toque mais provocante e elegante na medida. Para a Calvin Klein, o diretor criativo Raf Simons optou por um modelito com franzidos localizados, que dão um efeito interessante à estampa.

Entre formas tradicionais e novas, o que vale é sempre escolher o tipo que combina com você!

 

FONTE: FASHION HITS

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Isabella Scherer largou a natação para se dedicar ao seu blog de moda e Zoë Kravitz já posou para campanha de marcas como Calvin Klein e Balenciaga. Saiba quem mais está se destacando.

isabella-schererIsabella Scherer
A filha do ex-nadador Fernando Scherer, o Xuxa, até cogitou seguir os passos do pai, mas preferiu deixar as aulas de natação e criar um blog, o The Blonde Cherry, para falar sobre moda e beleza. Na página, a menina de 19 anos divide seus looks do dia, dá dicas de cabelo e maquiagem e faz tutoriais. Os looks estilosos também fazem sucesso no Instagram, rede social em que contabiliza quase 100 mil seguidores.

hailey-baldwinHailey Baldwin
A modelo de 19 anos é filha de Stephen Baldwin, ator e irmão de Alec Baldwin. Ela já vinha chamando atenção há um tempo no mundo da moda: estampou uma campanha da Topshop, desfilou para a Tommy Hilfiger; aparece com frequência na primeira fila de desfiles e costuma apostar em looks ousados para eventos. Além do sucesso no universo fashion, Hailey atrai olhares por ser amiga das caçulas do clã Kardashian, Kendall e Kylie Jenner, e postar fotos no Instagram – rede social em que tem quase 4 milhões de seguidores – ao lado de famosos como Miley Cyrus, Selena Gomez, Jaden Smith e Drake. Recentemente, ela foi apontada com affair de Justin Bieber, já que aparece em várias fotos no Instagram do cantor.

north-westNorth West
Além de esbanjar fofura, North West, filha da socialite Kim Kardashian e do rapper Kanye West, é sempre vista com looks fashion. Suas roupas e acessórios são, muitas vezes, de marcas renomadas, como o casaco marrom da Balmain que ela vestiu sobre a roupa de ballet (foto acima) e as versões miniaturas de bolsas da Chanel e Saint Laurent que leva a eventos. Aos 2 anos, a pequena já tem personal stylist e estrelou um ensaio da revista “CR Fashion Book”, de Carine Roitfeld. “Nunca é tão cedo para se importar com a moda”, registrou Karl Lagerfeld na foto.

zoe-isabella-kravitzZöe Isabella Kravitz
Zöe, de 27 anos, atua e canta como os pais, o cantor Lenny Kravitz e a atriz Lisa Bonet. Além disso, ela tem talento para a moda: já posou para a Coach, Balenciaga e, recentemente, foi fotografada ao lado da mãe para a linha de joias e relógios da Calvin Klein. Sempre vista em fila A de desfiles, ela fez seu debút nas passarelas na temporada de verão 2016 da Semana de Moda de Paris, no desfile da Balenciaga – o último de Alexander Wang, seu amigo, como diretor criativo da grife.

lily-rose-deppLily-Rose Depp
Lily está seguindo os passos da mãe, a atriz Vanessa Paradis, eterna musa da Chanel. Aos 16 anos, ela já desfilou para a marca, foi nomeada uma das embaixadoras e estampou a campanha da coleção de óculos Pear. Fora estar de destacando no mundo fashion, a filha de Johnny Depp se lançou como atriz e já atou em 3 filmes.

willowsmithWillow Smith
Com apenas 10 anos, a filha de Will Smith e Jada Pinkett encantou a todos com a sua voz no sucesso Whip My Hair. A menina também atua, assim como os pais. Desde que se lançou na mídia, ela chama a atenção pelo seu estilo irreverente e ousado – muitas vezes inspirado na cantora Rihanna. Agora com 15 anos, ela tem marcado presença na fila A de desfiles e posou para campanha de Inverno 2016 da grife Marc Jacobs (foto à direita).

sasha-meneghelSasha Meneghel
A filha da apresentadora Xuxa Meneghel e do ator Luciano Szafir roubou todos os flashes ao surgir com um vestido vermelho longo no gala Brazil Foundation. A adolescente de 17 anos estava tão elegante no look da grife Randi & Ralph que foi até comparada com a übermodel Gisele Bündchen. Sasha é discreta, mas está sempre bem-vestida em aparições públicas. Ela quer inclusive seguir a profissão de estilista e já fez estágio na área.

 

Fonte: Marie Claire

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Enquanto muitos torcem o nariz para a estética dos anos 1990, outros são verdadeiros fãs do visual que reúne muito jeans, a mistura de peças coladas com outras oversized e alguns elementos herdados dos 1980. Quer você ame ou odeie, a verdade é que várias tendências da época estão de volta e pipocam dentro e fora das passarelas. Veja abaixo como algumas delas foram atualizadas e outras usadas exatamente como antes:

Macacão Jeans
A peça unissex, que era queridinha até da boy band ‘N Sync, virou febre novamente há mais ou menos três anos. Primeiro, voltaram os macaquinhos jeans, logo depois, as jardineiras e, agora, o modelo que cobre as pernas inteiras. O macacão remete aos anos 1990 imediatamente e é difícil fazer com que ele perca o ar nostálgico. Vale apostar em blusas e casacos trabalhados para um visual mais moderno.

tendencias-anos-1990-voltaram_1

Tops Curtinhos
O conhecido top cropped também já está na pista há algumas temporadas. O tipo que está fazendo a cabeça das fashionistas no momento, porém, é exatamente aquele que fez sucesso há cerca de vintes anos: justinho, podendo ser regata, de mangas curtas ou longas, como o usado pela fotógrafa Hanneli Mustaparta. A ex-modelo aproveitou para resgatar outra tendência da década com um conjuntinho de mesma cor e material.

tendencias-anos-1990-voltaram_4

 

Jaqueta Jeans Oversized
Para contrastar com as peças coladas, muitas meninas eram fãs das jaquetas jeans folgadas, que pareciam ter sido roubadas do irmão mais velho. Atualmente, aquelas que possuem desenhos animados e outros tipos de bordados estão sendo muito procuradas por quem adora uma peça vintage.

tendencias-anos-1990-voltaram_0

 

Calça Jeans de Cintura Alta

Assim como a jaqueta acima, a calça jeans da época estava longe das skinnys que são moda atualmente. Elas são chamadas de mommy jeans, porque provavelmente sua mãe usava um modelo parecido. De cintura alta, mais reta e ajustada, elas ganharam rasgos expressivos pelas mulheres que adotam o visual em 2015.

tendencias-anos-1990-voltaram

 

Vestido de Alcinhas
O modelo vermelho da Calvin Klein abaixo, usado por Alicia Silverstone em As Patricinhas de Beverly Hills, foi tão marcante, que Rihanna decidiu repetir a dose. Ele é superminimalista, tem alcinhas finas e delicadas e lembra uma camisola. Outros modelos de slip dresses também estão em alta.

tendencias-anos-1990-voltaram_3

Gargantilhas
Também conhecidos como chokers, estes colares eram o acessório mais adorado dos anos 1990. Além da gargantilha de veludo com pingente prateado, também eram sucesso as de plástico, que pareciam tatuagens, as que eram apenas uma faixa preta e também os fiozinhos com strass. Muitas celebridades no red carpet decidiram atualizar a peça e começaram a apostar em versões metalizadas, superelegantes. Ainda assim, os modelos originais também voltaram com tudo.

tendencias-anos-1990-voltaram_2

 

Pochete
Talvez o item mais polêmico da lista, a pochete está fazendo um retorno lento ao mundo da moda. Ainda que tenha surgido na passarela da Chanel e de Marc by Marc Jacobs (foto) em diferentes versões, parece que seu passado como item banido do closet continua presente.

tendencias-anos-1990-voltaram_7

Saia Xadrez
Outra roupa que poderia ter saído do closet de Cher Horowitz é a minissaia xadrez. O item também foi peça marcante no figurino de Liv Tyler no filme Império dos Discos, Uma Loja Muito Louca, junto com os coturnos, especialmente Dr. Martens, outra tendência forte da década. Tanto um quanto o outro voltaram exatamente como antes.

tendencias-anos-1990-voltaram_5

Fonte: M de Mulher

 

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

A cerimônia de entrega do Oscar acontece no próximo domingo (24.02) e não causa furor apenas em torno dos vencedores do prêmio – minutos antes, é para as celebridades cruzando o tapete vermelho mais famoso do mundo que miram os holofotes. Antecipando a data, fizemos uma seleção com os looks das principais atrizes que concorrem às estatuetas de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante, que têm arrancado aplausos em suas mais recentes aparições. Veja abaixo o estilo de Naomi Watts, Jessica Chastain, Jennifer Lawrence e Anne Hathaway.

jessica chastain oscar 2013

Alexander McQueen, Calvin Klein, Prada e Roland Mouret nos looks de Jessica Chastain (Foto: Getty Images)

Jessica Chastain é uma das favoritas por sua atuação em “A Hora mais Escura” (2012, Kathryn Bigelow) e os looks que têm aparecido vestindo a atriz americana são realmente de uma vencedora (nessa categoria, quem também merece os créditos é stylist Elizabeth Stewart). Além de uma cartela de cores na qual predominam tons primários como vermelho e azul, chamam atençãoo também seus penteados, sempre clássicos, polidos e elaborados.

naomi watts oscar 2013
Alexander McQueen, Emilio Pucci, Gucci e Marchesa nos looks de Naomi Watts (Foto: Getty Images)

A atuação de Naomi Watts em “O Impossível” (2012, Juan Antonio Bayona) garantiu uma série de aparições que mostram que a atriz está em um momento mais sexy – o que é comprovado pelos decotes profundos e costas à mostra dos modelos exibidos ultimamente, que incluem vestidos com cores mais escuras e marcantes e outros de tons mais claros e delicados.

jennifer lawrence oscar 2013

Chloé e Dior haute-couture verão 2013, Dior inverno 2012 e Dior haute-couture verão 2013 (Foto: Getty Images)

A jovem Jennifer Lawrence divide opiniões com suas escolhas pois – apesar de sempre surgir com belos modelos recém-desfilados da Christian Dior – nem sempre parece estar confortável dentro de longos que arrastam a cauda pelo red carpet (às vezes, com proporções que não lhe favorecem). Para a grande noite, na qual ela concorre por seu trabalho em “O Lado Bom da Vida” (2012, David O. Russell), a aposta é que ela escolha um tomara-que-caia, já que tem sido a modelagem mais usada por ela nos últimos eventos.

anne hathaway oscar 2013
Buberry, Chanel haute-couture, Prada e The Row (Foto: Getty Images)

Apesar de estar concorrendo como melhor atriz coadjuvante, Anne Hathaway no red carpet é uma das protagonistas. Desde que cortou os cabelos para participar da nova verão de “Os Miseráveis” (2012, Tom Hooper) o que se pôde perceber é que a estrela também aderiu a um novo shape no seu closet: vestidos mais slim, que afinam ainda mais sua silhueta.

FONTE: VOGUE

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Com os lookbooks e desfiles das coleções de pré-inverno 2013 nas mãos, Vogue propõe um duelo de estilo de duas trends fortes dentre as novidades das etiquetas internacionais: florais vs. couro. Enquanto nomes como Alexander Wang, Zac Posen, Olivier Theyskens (da Theyskens’ Theory) e Francisco Costa (na Calvin Klein) propuseram looks poderosos com aposta no couro – tanto nos detalhes como em look total –, uma outra leva de designers preferiu investir em prints florais, seja nas imagens realistas dos vestidos de silhueta retrô de Carolina Herrera ou nas estampas reprocessadas por efeitos digitais de Michael Kors e Prabal Gurung, entre outros.

Para usar de inspiração, reunimos os melhores looks das duas alternativas, que você vê na sequência. Qual o seu lado favorito?

 
Couro: aposta de Zac Posen e da Theyskens’ Theory (Foto: Reprodução)


Prabal Gurung, Giulietta e Thakoon com suas versões dos prints de flores (Foto: Reprodução)


Gucci, Calvin Klein e 3.1Phillip Lim (Foto: Reprodução)


As diferentes versões das estampas de Michael Kors (Foto: Reprodução)


Couro nos detalhes de Alexander Wang e nos looks totais do pre-fall da Bottega Veneta (Foto: Reprodução)

 

Fonte: VOGUE BRASIL

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )
As campanhas de cuecas da Calvin Klein são sempre um escândalo quando o quesito são os modelos escolhidos, porque quem vai querer ficar olhando o design das cuecas, né?

Tags: , , ,

Comments ( 0 )

Ela veio da China, entrou para o mundo da moda e conseguiu se transformar na primeira asiática a fazer parte do seleto grupo das “angels”, da Victória’s Secret, em 2009. Atualmente, Liu Wen é a estrela da nova campanha da Calvin Klein, nas fotos do verão 2010, ao lado de Mirte Mass. E ela é o retrato na nova China e do novo oriente. Os modelos asiáticos estão, cada vez mais, conquistando passarelas e campanhas de moda.

Liu Wen esteve última campanha de Alexander Wang, já desfilou nas grandes semanas de moda e foi parar no universo fashion por um acaso. “Estava estudando para ser professora e uma amiga ia entrar num concurso de beleza. O prêmio era um computador, eu precisava disso na época, então resolvi concorrer também”. E assim, está no 24° posto no ranking mundial de modelos no models.com. A tendência oriental começou timidamente há alguns anos, com a modelo Devon Aoki. Mas parece crescer no mesmo ritmo que a economia chinesa.

Visto GNT

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Segundo elas, fornecedores de peças são os mesmos de grifes chiques’.
O segredo, segundo Karla Seabra, da Marisa, é garimpar’ a peça certa.

O que está na moda hoje começou a ser elaborado pelas equipes de estilo dos grandes magazines brasileiros há cerca de um ano. “Recolhemos informações em sites especializados, em desfiles, e confirmamos em viagens internacionais o que já estava previsto”, diz Fernanda Mossmann, responsável pela equipe de 50 designers da área de estilo da Riachuelo.

De acordo com Karla Seabra, gerente de estilo da Lojas Marisa, a internet acaba sendo uma arma importante na busca de tendências futuras. “Assistimos pela internet os desfiles dos grandes estilistas de Nova York, Londres, Paris e Milão. Ali, definimos as peças que serão ‘chave’, as cores e as estampas que vão reger a estação. É uma prática de mercado”, diz ela.

Segundo Fernanda Mossmann, para o verão 2009-2010, a tendência é o fim do conservadorismo, especialmente no que se refere a cores. “A gente acredita muito no flúor, uma tendência dos anos 80. Vamos ver muito verde limão, rosa choque, essas cores bem acesas”, diz. Fernanda Amaral, da Hering, adiciona outra tendência para o verão: os macacões.

Tendências

As executivas de estilo da Hering, da Marisa e da Riachuelo são unânimes em dizer que calças e shorts “boyfriend” – que parecem ser emprestados do namorado, por serem mais largos – são itens importantes para o verão, assim como os vestidos de coquetel. “Nas baladinhas já está se usando”, diz Karla.

As tendências, dizem elas, são as mesmas para lojas de qualquer preço. A camisaria da Lojas Marisa, por exemplo, vem da China e da Índia. “A China produz para todo mundo, há roupa boa vinda de lá. É na China que se produz as camisas da Banana Republic, da Calvin Klein”, conta a gerente de estilo da rede.

Calças de marcas de luxo no Brasil, diz ela, também saem das fábricas do pólo pernambucano de jeans, onde a Marisa produz suas peças. Muitas vezes, o modelo é o mesmo – o que muda é a marca estampada nele e também o preço, que pode se multiplicar dependendo de onde o produto é vendido. “A diferença é que a gente vende [as peças] por R$ 49, R$ 59, R$ 69”, diz Karla.

Visto no G1

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Calca-jeans-levis-calvin-Klein

Quase todo mundo usa jeans, quase todo mundo adora roupas jeans, mas poucos sabem onde e como surgiu o Jeans. O jeans é a peça mais usada no dia-a-dia por várias gerações, mas poucas pessoas sabem a sua real história.

Dizem que a primeira vez que o termo ‘jeans’ foi usado para designar a roupa foi em 1567, em uma descrição das calças dos marinheiros que viviam na cidade italiana de Gênova.

As famosas tachinhas de cobre vieram depois para dar uma resistência maior aos bolsos, pois eles não estavam resistindo ao peso à que eram submetidos; sendo assim, os pontos mais críticos das calças foram reforçados e ela se tornou altamente durável.

Essa evolução das calças jeans fez com que elas fossem tratadas como indispensáveis hoje em dia, principalmente quando se pensa em moda. A peça começou a ganhar notoriedade no vestuário do cotidiano quando Levi-Strauss teve a idéia de criar uma roupa que fosse resistente para os trabalhadores das minas nos Estados Unidos.

O que começou com uma experiência de três peças confeccionadas com uma lona reforçada, tornou-se a calça mais usada no mundo todo. O sucesso entre os mineradores foi imediato: elas eram altamente resistentes e não estragavam com facilidade.

A partir disso mais e mais trabalhadores começaram a usar o jeans para as tarefas que exigiam uma maior força física. Apenas a partir do século 20 é que a peça começou a ser usada no dia-a-dia. O primeiro estilista a colocar o tão famoso jeans na passarela foi Calvin Klein, em 1970, fazendo com que o produto chegasse a todas as classes sociais.

As mulheres ganharam com a adição do elastano, algodão e poliéster que dá caimento e ajuste perfeito ao corpo feminino. Para diferenciar uma calça da outra, as empresas começaram a fazer uma lavagem da peça.

A mais comum até hoje é a utilização de pedras vulcânicas para dar um ar gasto ao tecido. Essas pedras especiais são colocadas junto ao jeans dentro da máquina de lavar industrial. Já as rasuras são produzidas com ferramentas de construção, como por exemplo, a esmerilhadeira.

Muito interessante não é? Agora para além de usar as suas calças jeans, você também conhece a história dela. 😉

Visto no Blog da Mulher

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 4 )