A função do uniforme em um evento como os Jogos Olímpicos é prática e objetiva, mas a peça pode ganhar ares fashion dependendo das estampas e das cores – geralmente em acordo com a bandeira do país que representa.

Nestes Jogos Olímpicos de Londres 2012, os uniformes foram parar nas revistas de moda com Stella McCartney, Ralph Lauren, Giorgio Armani e outros grandes estilistas assinando os trajes de seus países. Mas, definitivamente, não são todos eles que fazem os olhos dos fashionistas brilharem. Ao contrário, algumas criações são tão pavorosas que nos fazem esquecer sua funcionalidade inicial.

O triste cinza-cimento do agasalho usado pelos atletas americanos após as competições, por exemplo, não só os deixa sem graça como os faz parecerem agentes da Nasa. Complicado, não é?

O agasalho cinza dos Estados Unidos

Michael Phelps “não sabe brincar” e abocanha a maioria das medalhas da natação. Aqui, a máxima “o céu é o limite” cai bem; já que, com este agasalho cinza-qualquer-nota, o nadador fica igualzinho a um profissional da Nasa. Bem que os Estados Unidos podiam escolher uma cor que valorizasse mais seus atletas…

Os rococós do uniforme da Rússia

Nós pensamos, pensamos, pensamos… E finalmente percebemos de onde conhecíamos o uniforme da Rússia: da mesa da nossa casa, é claro! Vai dizer que esses desenhos não são iguais àqueles dos vasos de cerâmica marajoara? É, eles bem que tentaram mudar a caretice dos uniformes, mas ficou over.

Os Power Rangers da Espanha

Os próprios Power Rangers dão “joinha” para a ginasta espanhola Ana Maria Izurieta: “Arrasou no cosplay, amiga!”. Será que o Megazord é tão flexível assim?

A árvore de natal da Bielorrúsia

Ho, ho, ho. Sem mais

O dragão da China

A intenção de estampar o tradicional dragão chinês na camisa é boa, mas não teve jeito: o resultado ficou cafoninha, cafoninha – e nós só conseguimos enxergar o Tiamat, aquele dragão de cinco cabeças do desenho animado “Caverna do Dragão”.

 

Fonte: GNT

 

Tags: , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )


A blogueira Jeannie, de Baltimore, nos Estados Unidos, começou um projeto para criar um vestido por dia com os mais diversos materiais, durante um ano inteiro. Suas criações são publicadas diariamente no blog intitulado 365 Dresses (365 vestidos), criado em janeiro deste ano.

Jeannie já criou vestidos com cascas de banana, palitos de fósforo, lixas, repolho e até uma combinação com bacon e ovos. Todas as produções são versões em miniaturas, ou simples versões em 2D. A inspiração para o projeto veio do livro “365: A Daily Creative Journal” (365: Um Registro Criativo Diário), de Noah Scalin, que propõe que seus leitores comecem um projeto que tenha 365 propostas inovadoras em alguma área do conhecimento.

Mais fotos do projeto podem ser vistas no blog oficial de Jeannie.

Tags: , ,

Comments ( 0 )

Madonna foi a grande atração do intervalo do Super Bowl – final do campeonato de futebol americano e atração de maior audiência da televisão dos Estados Unidos —, que aconteceu na noite desse domingo, 5 de fevereiro, em Indianápolis. A cantora usou looks da Alta-Costura da Givenchy, todos criados por Riccardo Tisci. Confira na galeria abaixo detalhes do figurino.


O croqui dos looks, criados por Riccardo Tisci


A capa dourada tem bordado de paetês, cristais e pedaços de metal dourado.

A parte interna era de chiffon estampado de oncinha.

O vestido era de seda, com cinto de píton e aplicações feitas à mão. Já o enfeite de cabeça, era Philip Treacy, o famoso designer de fascinators.


Durante a performance, a cantora retirou o cinto.

O último look era uma capa bordada com paetês e pequenas pérolas negras.

Fonte: MODASPOT

Tags: , , , , , ,

Comments ( 0 )