Aconteceu, neste domingo (28/01), a premiação de 2018 do Grammy Awards, que dá mérito aos artistas da indústria da música americana. Na leva de grandes vencedores, estava Bruno Mars, que levou seis estatuetas para casa, entre elas as categorias de “Disco do Ano”, “Música do Ano” e “Gravação do Ano”.  Entre outros ganhadores estavam Ed Sheeran e Kendrick Lamar.

No tapete vermelho, o clima de protesto continuou, mas de forma mais singela. Após os looks em preto durante o Globo de Ouro, os profissionais da música também decidiram se manifestar contra o assédio sexual. As celebs usaram rosas brancas em seus visuais para simbolizar a resistência. Entre as belas que aderiram ao protesto estavam Rita Ora, Lady Gaga e Camila Cabello. Ficou curiosa? Então vem ver os nossos visuais favoritos da noite:


A musa Lana del Rey apostou no mood boho vintage e delicado com direito a adornos estrelados na cabeça – bem angelical! Quem mais amou?

T-shirt no look de gala? Temos! A bela Alessia Cara, que levou para casa o prêmio de Melhor Novo Artista, investiu no terninho super genderless com direito a tee branca e tênis confortável. Para se contrapor, as argolas statement deixaram a produção mais descolada. Nós amamos!

Os casais também fizeram mais do que bonito no tapete vermelho. A gravidíssima Chrissy Teigen escolheu o vestido midi repleto de paetês em prata e brilhou no red carpet ao lado do marido, John Legend.

Nem precisamos te dizer que amamos o visual de Beyoncé e Jay-Z, né? A dupla que não apareceu no red carpet, fez o próprio tapete vermelho em um estudio com fundo branco – o que tornou a experiência digna de photoshoot! Para o vestido elegante, Beyoncé escolheu a textura de veludo molhado com direito a fendas e até mesmo um chapéu para lá de statement.

Alicia Keys e Swizz Beats
Alicia Keys apostou em uma calça também de veludo em preto aliada ao bodysuit repleto de recortes. A bela desfilou o red carpet ao lado de seu marido, o produtor musical e rapper, Swizz Beats.
Amamos o terninho super anos 80 coordenado com lingerie aparente de Anna Kendrick.

Lorde fez muito mais do que apenas apostar em um Valentino vermelho para o evento. A cantora, que foi a única mulher nomeada ao prêmio de Álbum do Ano, também foi a unica a não ser convocada para performar durante a premiação.

Em resposta ao caso e apoio ao movimento Time’s Up, contra o assédio sexual na indústria de Hollywood, a bela costurou na parte de trás do vestido, uma quote da artista Jenny Holzer, que dizia: “Alegre-se! Nossos tempos são intoleráveis. Tenha coragem, pois o pior é apenas um precursor para o que vem de melhor. Apenas circunstâncias desagradáveis podem derrubar os opressores. O velho e corrupto devem ser jogados fora antes que os justos possam triunfar. A contradição será elevada. O reconhecimento será acelerado pela exaltação dos distúrbios. O apocalipse irá florescer”. Discurso mais que potente, né?

Não dá para errar com um vestido vermelho, não é mesmo? Para deixar o look mais fun e menos sensual, Camila Cabello apostou na clutch em forma de disco-ball. Nós adoramos!

O visual que tinha tudo para dar errado, mas deu certo: Hailee Steinfield apostou em um tomara que caia branco com fendas e uma bota super púrpura para criar um high-low diferentão. Nos olhos, sombra azul turquesa. Tudo em super harmonia.
E que tal o terninho todo bordado de Janelle Monáe?

A musa Lady Gaga investiu no vestido volumoso com fendas que revelavam uma segunda pele toda bordada sob a saia. Queremos roubar já!
Miley Cyrus escolheu o macacão preto para a ocasião – simples e elegante!
Rita Ora optou pelo vestido preto de um ombro só e fendas: clássico bem executado!
Adoramos a fluidez e mil fendas do vestido lavanda da cantora SZA.
Já dentro do evento, Rihanna apostou em um trench-coat de vinil que acompanhava botas na mesma coloração burgundy. Não tem como ficar mais descolada do que isso, né?

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

A edição Inverno 2017 da semana couture de Paris traz ideias sobre o que usar nos próximos, meses, claro! Fique de olho nessas três trends e inspire-se para adaptá-las ao seu estilo e às peças que você já tem:

TERNOS: os ternos para festas e ocasiões especiais não funcionam só para o guarda roupa masculino. São uma grande aposta das maisons nesta temporada.

 

terno-alta-costura

MÍDI: comprimento da vez, vem com volume estratégico e cheio de estilo. Fuja do longo e invista nesta medida já!

midi-alta-costura

 

FENDAS: os recortes estratégicos nas pernas deixam o look mais sexy, porém na medida certa, importante sempre ter salto alto para elas: as fendas!!! Sim, elas continuam em alta.

fendas-alta-costura

 

Fonte: Glamour

Tags: , , , , ,

Comments ( 0 )

Ela é atriz, cantora, esbanja boa forma e é conhecida pelas roupas para lá de estilosas. Reunimos alguns looks de Mariana Rios para servir de inspiração para as suas próximas compras ou até mesmo ajudar em novas produções com aquelas peças-chave que todo guarda-roupa tem que ter. Confira os looks abaixo e aproveite as dicas de estilo!

Clássico repaginado

moda_classicocomestilo_620

A dobradinha preto e branco é o tipo de combinação que nunca sai de moda e a atriz sabe aproveitar bem este truque: o bacana é saber reunir estas referências no look mas sem parecer uma produção muito óbvia! Para investir na brincadeira clássico x moderno, é só apostar em acessórios com toque de cor como a bolsa azul cobalto na imagem à esquerda ou até mesmo incluir na produção uma peça mais inusitada e cheia de charme como os suspensórios, à direita.

Croppeds

moda_cropped_620

Sem dever nada à balança, Mariana é daquelas que podem apostar em qualquer tendência, inclusive o top cropped – aquele que coloca parte do abdômen à mostra. Tudo bem que a tendência não é lá muito democrática, mas este detalhe pode ser até um estímulo para entrar em forma, não é? Estampas ou texturas iguais nas duas peças (como nas primeiras duas fotos) são superfemininas e sensuais.

O poder dos terninhos

moda_terninhos_620

 

Ah, os terninhos… Símbolo da indumentária formal, os ternos são capazes de valorizar até a produções mais simples. E mais uma vez, a atriz mostra que sabe repaginar muito bem o look com peças, digamos, mais tradicionais. Os pretos – sempre úteis – ficam superestilosos quando aliados a shorts estampados ou calças coloridas, como na produção da atriz. Apostar em diferentes padronagens também é uma boa pedida, para as mais ousadas pelo menos.

Looks de festa

moda_lookfesta_620

 

Quando assunto é moda festa, Mariana surpreende com produções sensuais, femininas e até ousadas – com transparências, fendas e outros itens que valorizam o corpo da atriz. Mas você há de convir que não dá para investir numa grande quantidade de looks para festas, pelo valor ou até mesmo pela quantidade de eventos. Por isso, o truque são os vestidos mais neutros. Por exemplo: um pretinho básico com um bom corte ou modelagem já pode resolver os seus problemas, depois é só alterar os acessórios e sapatos para garantir uma nova produção. Jogada de mestre, hein?

 

Fonte: GNT

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Estilista da marca Filhas de Gaia ensina como montar uma produção chique e, ao mesmo tempo, arrasadora vinda diretamente das passarelas do Fashion Rio. Confira!

filhas-de-gaia-preto-e-bran
PRETO E BRANCO PODEM, SIM, DOMINAR UM VISUAL SEXY PARA A BALADA (Foto: Eduardo Zappia)

A produção para sair à noite sempre é mais elaborada, certo? O objetivo é acertar na maquiagem e na escolha das peças para arrasar na balada. O segredo é parcimônia e acertar em pequenos detalhes que podem fazer (toda!) a diferença. A proposta da marca Filhas de Gaia, segunda a se apresentar no Fashion Rio Verão 2014, é apostar no preto e branco e na modelagem mais reta, em especial nos vestidos estilo coluna. “O modelo mais fluído faz com que, quando a mulher ande, marque o corpo dela levemente. As brasileiras precisam começar a apostar mais nisso”, aconselha Renata Salles, parceira de Marcela Calmon nas criações da marca.

E quem disse que sensualidade não combina com elegância? “Não é preciso mostrar todas as curvas da mulher para ficar sexy”, afirma Renata. Fendas, transparência e modelagem assimétrica, propostas da marca para a próxima temporada, são bons truques para um visual sexy. Quer dicas para compor o visual de sexta à noite? Veja o que a estilista indica:

filhasdegaia
ESTILISTA DÁ DICAS PARA CONQUISTAR UM LOOK SEXY E CHIQUE AO MESMO TEMPO (Foto: Eduardo Zappia)

 

1 – Quer apostar em um look superclássico preto e branco? Invista em acessórios coloridos para dar aquele “up” no visual.

2 – Saia do comum e das roupas justas e escolhe a silhueta mais reta. “Por mais que não sejam muito ajustados ao corpo, a modelagem menos acinturada dá um toque sexy e elegante diferente do comum”, diz Renata. O modelo promete ser sensação da próxima temporada.

3 – Escolha peças em cetim de seda. “Qualquer modelo fica maravilhoso e sensual com esse tecido”, afirma a estilista. “Por ser bem leve, ele marca o corpo sem vulgaridade”.

4 – O decote e a transparência devem ser usados com cuidado e variam para cada tipo de corpo. “Se a mulher já tiver curvas mais acentuadas, não precisa exagerar em nenhum dos dois”.

5 – Salto alto é sinônimo de feminilidade e poder. Abuse deles. “Eles são supersensuais. Com certeza, todos os homens do mundo vão olhar para uma mulher com salto alto”, brinca Renata.

Tags: , , , , , , ,

Comments ( 0 )

1 Preto bordado

preto-515(1)
Kristin Chenoweth, Kelly Osbourne, Sandra Bullock, Jenna Dewan-Tatum, Nicole Kidman e Adele. Fotos: AP Images

Monocromático ou não, o preto bordado foi um dos hits da noite do Oscar. Fossem aplicações que acompanhassem o desenho original do tecido, como no Elie Saab de Sandra Bullock, ou bordadas de forma a cobrir todo o tecido, como no Roberto Cavalli de Nicole Kidman, fato é que as lantejoulas e os cristais roubaram a cena no tapete vermelho.

2 Bordados gráficos

bordados-515
Stacey Keibler, Halle Berry e Jessica Chastain. Fotos: AP Images

O efeito deles é criar um novo desenho no tecido. No Versace de Halle Berry, o grafismo se traduz em listras e a combinação do brilho com o preto traduz uma vibe meio disco. No Armani Privé de Jessica Chastain, os bordados formam desenhos geométricos. Já Stacey Keibler, namorada de George Clooney, dá novo input à tendência dos pretos bordados com as tachas que formam cruvas estratégicas.

3 Fendas na perna

fendas-515(1)
Brandi Glanville, Kelly Rowland, Nancy O’Dell e Jennifer Hudson. Fotos: AP Images

Um ano depois de a fenda de Angelina Jolie roubar todas as atenções no tapete vermelho do Oscar, as famosas mostram que a mania pegou, mesmo. Jennifer Hudson, Kelly Rowland, Brandi Glanville e Nancy O’Dell trataram de reproduzir o pernão à frente nesta edição da premiação. Poder puro, mas tem que estar em dia com a academia, tá?

4 Rosa

rosa-515(1)
Bingbing Fan, Jennifer Lawrence, Kerry Washington, Sari Gilman, Anne Hathaway e Maria Menounos. Fotos: AP Images

Do mais lavado (caso do Christian Dior de Jennifer Lawrence) ao mais aceso (como o modelo fúcsia de Bingbing Fan), o rosa foi A cor do Oscar 2013. As celebridades que compareceram ao evento mostraram que a mais ‘girlie’ das cores merece sim seu lugar no tapete vermelho e está bem longe de causar um efeito Barbie.

5 Noivas

noivas-515
Amy Adams, Jennifer Lawrence, Octavia Spencer, Amanda Seyfried, Queen Latifah, Georgina Chapman e Lucy Alibar. Fotos: AP Images

Segundo o tapete vermelho do Oscar, as famosas perderam aquela preocupação em usar branco sem parecer noiva. O bacana, agora, é mesmo dar a impressão de que o tapete vermelho vai terminar no altar. Para tal, vale lançar mão de recursos típicos de vestido de noiva como drapeados, babados, saias volumosas tipo “princesa” e bordados. Amanda Seyfried e Lucy Alibar arrebentaram em looks angelicais riquíssimos e trabalhados, enquanto Octavia Spencer e Georgina Chapman abusaram do tule em todo o vestido.

 

FONTE: GNT

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

 

O frio pede a adição de mais roupas, mas a moda não diz para subtrair delas o fator sexy. O resultado desta equação é uma divisão: fendas, tendência que sai direto das passarelas de inverno 2013 para o tapete vermelho – Angelina Jolie no Oscar de 2012 e o Baile do MET, em maio, são duas grandes evidências. A novidade é que, nesta estação, o efeito não aparece só em vestidos femininos e ajustados, mas em looks de personalidade, alguns com influência esportiva e masculina. Basta olhar a foto acima, de Gisele Bündchen no desfile de Alexander Wang para entender que o resultado é positivo.

Até Hussein Chalayan e Haider Ackermann, duas marcas não conhecidas exatamente pelo sex appeal de suas criações, também investiram na fenda nesta temporada, um statement de que o decote ganhou nova roupagem, mas não perdeu a porção sexy. Na outra ponta, Gucci e Emilio Pucci também fizeram suas versões, em longos esvoaçantes na primeira, ou saias retas na segunda. Como mostram as fotos, não importa o seu estilo, nesta estação com certeza há uma fenda para você.

Fonte: VOGUE

Tags: , , , , ,

Comments ( 0 )

Fotos-Geisy-Arruda-vestido-rosa-vermelho-curto-foto-saia-UNIBAN-aluna-universitaria-jovemA tentativa de expulsão da aluna Geisy Arruda da Uniban de São Bernardo, divulgada no fim de semana pela instituição educacional e revogada nesta segunda-feira pelo reitor Heitor Pinto Filho (depois da repercussão mundial negativa), coloca à prova todas as conquistas femininas perseguidas e conquistadas desde sempre e até agora. E vai contra o rumo da história, seja social seja da moda. A quarentona minissaia é tendência atualíssima. Os últimos desfiles nas principais capitais mundiais – leia-se Nova York, Londres, Milão e Paris – trouxeram vestidos e saias curtos, curtíssimos.

O vestido curto usado por Geisy, resgatado da moda dos anos 1980, com a barra mais apertada, como um cós canelado, e manga que promove um certo drapeado afunilando no punho, pode não traduzir o máximo da elegância. E, sim era curto, bem curto. A tentativa de expulsão, com a justificativa de que foi “constatada atitude provocativa da aluna, que buscou chamar a atenção para si por conta de gestos e modos de se expressar”, é negar toda uma história construída com lutas e mais lutas.

Ok, houve o “arrependimento” da escola, mas o estrago já estava feito. Uma universidade expressar essa opinião é muito grave. Se a moça tivesse sido estuprada a culpa, então, era dela e não do estuprador? Ele teria sido seduzido pelas suas lindas pernas e não teria culpa de nada? Geisy não estava num templo religioso, em que algumas regras pedem para ser cumpridas. E quem tem um pouco de memória, até mesmo os alunos enfurecidos que queriam “estuprá-la“, podem recorrer aos álbuns de família dos casamentos ocorridos nos anos 1960 e 1970. Com certeza, eles vão encontrar lá vestidos até mais curtos que o de Geizy, usados nas igrejas, por pessoas de várias idades. Há cerca de 45 anos, quando a minissaia entrou definitivamente na moda para alcançar as faixas até mais conservadoras da sociedade de então, viu-se que o poder dos jovens tinha chegado para ficar.

Fotos-Vestidos-Curtos-minissaias-dominam-tendencias-para-o-verao-2010

Vestidos curtos dominam tendências para o verão 2010

Se antes, os mais velhos ditavam moda, nos anos 1960, a exposição das pernas com sua principal modelo – Twiggy – traduziu um ar jovial às necessidades sociais. Eram os jovens que assumiam definitivamente as mudanças da sociedade, seja pelos movimentos estudantis, como o Maio de 68 francês, seja pelos festivais de música, à la Woodstock , regado a LSD, heroína, cocaína e uma liberdade sexual jamais vista. As pílulas anticoncepcionais começaram a ser usadas livremente. As mulheres tinham liberdade de mostrar o corpo, assim como os homens. O visual andrógino vingava no mundo musical. Certos ou errados, eles imprimiam uma nova forma de encarar o mundo.

Foto-Vestidos-Curtos-minissaias-dominam-tendencias-para-o-verao-2010

Vestidos curtos dominam tendências para o verão 2010

Poder
Mais de quatro décadas depois, o poder do vestido curto mantém-se inalterado. Não fosse assim, a coleção Giorgio Armani para o verão 2010, apresentada em Milão setembro último, não teria sido, de cabo a rabo, com peças curtas, sim, muito curtas. Até mesmo os looks de festa, com brilhos e paetês. É porém, temerário pensar que peças assim causem reações tão contrárias e conservadoras em vários níveis.

Foto-Vestido-Curtos-minissaias-dominam-tendencias-para-o-verao-2010

Vestidos curtos dominam tendências para o verão 2010

A atual liberdade de exibição do corpo mostrada nas passarelas – junto com os curtos, a estação pede ainda transparências, decotes, fendas e até mesmo a lingerie como peças-chave – gerou severos comentários de críticas de moda, como a respeitada e temida inglesa Suzy Menkes, do Herald Tribune. Ela escreveu que os desfiles de Milão mostram peças ideais para serem usadas nas festas promovidas pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, envolvido em escândalos sexuais com garotas até menores de idade. No lado oposto do Atlântico, por conta de um vestido curto, os alunos da Uniban deram um verdadeiro espetáculo medieval, transmitido com o que é de mais moderno deste terceiro milênio: vídeos por celulares e internet.

Fotos-Vestidos-Curto-minissaias-dominam-tendencias-para-o-verao-2010

Vestidos curtos dominam tendências para o verão 2010

Estamos no fim da primeira década do século XXI. Não mais na Idade Média, em que as mulheres tidas como bruxas eram queimadas na fogueira da Inquisição. Mas vivemos numa sociedade em que o homem, infelizmente, ainda tem medo de que a mulher expresse sua sensualidade e sexualidade sem que eles tenham o domínio dessa atitude, sendo atingidos no seu orgulho de macho. Sim, muitos homens, infelizmente, ainda temem o poder sexual da mulher. É o sexo feminino que procria, que tem o direito de escolher quem vai ser o pai de seus filhos e de engravidar de quem quiser, com um simples chamado sedutor.

Algumas religiões, que se apropriaram e mudaram há séculos os rituais tidos como pagãos, em que a força feminina não era colocada em julgamento, mas tida como sagrada, também têm sua culpa. Assim como as mães que criam os filhos homens com o viés machista. Assim como os homens que querem as mulheres em casa para cozinhar e lavar. O pior é que mesmo alunas mulheres condenaram a roupa de Geisy, traçando um paralelo com os comentários de Menkes. Se nossos jovens – e alguns formadores de opinião – pensam assim, o que será das gerações futuras?

Será que teremos de chegar ao extremo de queimar sutiãs de novo e usar ombreiras monstruosas para provar que a mulher pode ser responsável pela roupa que escolhe para ir e vir e pelo seu destino. Geisy optou por usar aquele vestido. E daí? Democracia e gosto pessoal não se discutem. Mas podemos sim refletir sobre o episódio da turba maluca, da tentativa de expulsão e das nossas liberdades. Que o legado de Andrés Courrèges e Mary Quant, responsáveis cada um a seu jeito pela minissaia, não tenha sido em vão. E que as conquistas femininas, e por conseqüência, sociais, não sejam jogadas no lixo do reacionarismo e do conservadorismo mais profundo.

Fonte Moda Terra

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 12 )