Aproveitando a onda do “see now, buy now” (“veja agora, compre agora”) que dominou a semana de moda de Nova York (NYFW) temporada Primavera/Verão 2017, a Pantone resolveu divulgar antecipadamente sua lista das 10 cores da estação.

Vamos aos nomes das cores (sempre um pouco complexo, pois se referem muitas vezes a flores e outras plantas que não estamos habituados) do Report Primavera 2017 da Pantone:

Niagara 17-4123

pantone-cor-da-primavera-niagara

Confortável, seguro e descontraído, esse tom de azul bem de denim foi usado por Carolina Herrera, Zac Posen e Joseph Altuzarra.

Primrose Yellow 13-0755 (a flor prímula amarela)

pantone-cor-da-primavera-primrose-yellow

Assim como várias outras cores da lista, esse tom solar lembra flores e nos remete à natureza. Vários estilistas usaram a cor combinada com a Island Paradise, mais fria, e com a Hazelnut (mais quente).

Lapis Blue 19-4045 (a pedra Lapis azul)

pantone-cor-da-primavera-lapis-blue

A cor Lapis Blue deixa o tradicional marinho mais vibrante.

Flame 17-1462 (chama)

pantone-cor-da-primavera-flame

Um laranja avermelhado bem quente. Usado por Rag & Bone, Gabriela Hearst e Lela Rose, além de Tory Burch.

Island Paradise 14-4620 (ilha Paraíso)

pantone-cor-da-primavera-island-paradise

Um azul refrescante usado por Victoria Beckham, Lela Rose e Christian Siriano, que combinou com a Flame.

Pale Dogwood 13-1404 (planta que tem uma flor clarinha)

pantone-cor-da-primavera-paledogwood

Pode ser vista como uma extensão do Quartzo Rosa, que foi uma das duas cores de 2016. J.Mendel, Banana Republic, Ryan Roche, Baja East e Lacoste usaram.

Greenery 15-0343 (verdura)

pantone-cor-da-primavera-greenery

Zac Posen, Trina Turk e Cynthia Rowley usaram uma boa dose do tom, além de Michael Kors, que combinou com Island Paradise e Lapis Blue.

Pink Yarrow 17-2034 (florais da Califórnia)

pantone-cor-da-primavera-pink-yarrow

Uma cor bem festiva, que as mulheres conhecem muito bem porque foi um tom forte em maquiagens durante muito tempo.

Kale 18-0107 (tipo de couve)

pantone-cor-da-primavera-kale

A cor que lembra natureza está ultrapassando as barreiras dos sucos detox e deve pegar nas roupas.

Hazelnut 14-1315 (avelã)

pantone-cor-da-primavera-hazelnut

É uma cor neutra com um tom quente. Usada por Kanye West e Dennis Basso

 

Fonte: Glamour

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

deu-bandeira-numerado

 

Nas artes plásticas, na música ou em qualquer outra área criativa, os americanos, conhecidos por seu patriotismo, nunca precisaram de “desculpa” para homenagear a bandeira nacional.

Nesta temporada, as listras, cores e estrelas do símbolo máximo dos Estados Unidos migraram com força para as passarelas, trazendo um clima de celebração antecipada ao 4 de julho – em versão deluxe, claro.

As referências surgem não só nas coleções de grifes comandadas por estilistas born in the USA, caso de Marc Jacobs, mas também nas de marcas europeias, como a Lacoste (que fragmentou a bandeira dos Estados Unidos em seus looks) e a Giorgio Armani, que apresentou sofisticada alfaiataria náutica – italianíssima, mas com as cores típicas do Tio Sam.

deu-bandeira-3

 

Para não adotar a tendência de maneira literal, o melhor é apostar num navy revisitado, como fez Armani, e deixar as referências mais explícitas para os acessórios. A bolsa de Marc Jacobs com os elementos da bandeira, que aparece nas mãos da cantora Betty Dito na campanha da grife para esta temporada, já nasce hit e garante estrelas extras ao visual.

deu-bandeira-5

1. Obra Three Flags (1958), de Jasper Johns 2. Sapato Gucci R$ 4.180 3. Look Chanel/ Verão 2016 4. Propaganda da sopa Campbell (1961) 5. Andy Warhol fotografado por Alberto Schommer em 1983 (Foto: Looks de Marc Jacobs/verão 2016 e Lacoste/verão 2016. Na Música: Lana Del Rey, Axl Rose e Madonna)

 

Fonte: Vogue

 

Tags: , , , , , , ,

Comments ( 0 )

semana de moda de Nova York começou na última quinta-feira (06.02) e termina só na próxima quinta (13.02), mas em cinco dias de desfiles nós já captamos algumas tendências que prometem pegar com tudo no inverno. Quer ver? Confira abaixo e fique esperta!

amarrados

Amarrado no pescoço
Já que o inverno é a época para usar e abusar dos cachecóis e lenços, que tal usá-los assim? Seja para fora ou dentro do casaco, a tendência aqui é deixar o pescoço completamente coberto e dar só um nó. Marcas como Prabal Gurung, Tommy HIlfiger e Thakoon investiram no amarrado.

casacos_1

Maxicasacos
Depois das maxijoias e dos maxicoletes, é a vez do casaco ganhar o tamanho big. A regra é: quanto maior, melhor! Já que a peça deixa o corpo bem grande, o laço no meio deixa a cintura mais marcadinha. Ah, e a mão escondida não é mais um problema, viu? Deixe só os dedinhos aparecendo e entre na tendência maxi.
terno (1)

Terninhos
Zero careta e zero cara de escritório, o terno deu as caras na semana de moda de Nova York. Teve versão com pegada oriental com colete-quimono na Suno, bem oversized. A do meio, tipo emprestada do papi é da Lacoste. E o supercool e larguinho é o de Helmut Lang. Portanto, quando pensar em ternos femininos, vamos rever nossos conceitos. O look “empresária de sucesso” virou so last season

colorido

Cor, muuuita cor!
Quem disse que é proibido usar peças supercoloridas no inverno? Os looks com estampas tropicais e de cores vivas também estão nas passarelas de Nova York. Ou seja, nada de aposentar suas saias e vestidos floridos depois do fim do verão, hein?

trico

Tricô da vovó
O tricô nunca saiu de moda, mas se depender dos desfiles de Yigal Azrouël, Tommy Hilfiger e Alexander Wang ele vai chegar assim: com a famosa turtleneck (ou gola rolê), aquela bem antiguinha! Além de esquentar muuuito, ela alonga o pescoço e agora aparece em blusas com diferentes desenhos e cores. Hot or not?

 

FONTE: GLAMOUR

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

preto e branco é uma das aspostas das passarelas da Semana de Moda de Nova York verão 2014. Diesel Black Gold, BCBG Max Azria, Alexandre Herchcovitch, Lacoste e Victoria Beckham foram alguns dos desfiles onde esse duo de cores foi bastante explorado.

Aliado ao listrado, o P&B também apareceu com frequência nos fashionistas que compareceram ao evento. Marie Claire clicou quem passou por lá usando a combinação. Veja as fotos e inspire-se nos looks:

3_10
LIZA DARWIN, ESCRITORA: “O LISTRADO PRETO E BRANCO É UM CLÁSSICO. TODO MUNDO TEM QUE TER PELO MENOS UMA BLUSA ASSIM NO GUARDA-ROUPA” (FOTO: TIAGO CHEDIAK)

7_3DIANA MARKS, BLOGUEIRA: “PRETO E BRANCO É PERFEITO PARA QUALQUER OCASIÃO. É SEMPRE A MELHOR APOSTA”. A BOLSA QUE IMITA UM JORNAL É KATE SPADE E O VESTIDO CLUB MÔNACO (FOTO: TIAGO CHEDIAK)

5_6
ANDUENA NEZIRI, ESTUDANTE: “GOSTO DA COMBINAÇÃO DA LISTRA VERTICAL COM O PRETO E BRANCO PORQUE FICO ME SENTINDO MAIS ALTA E ESBELTA”. O VISUAL É COMPOSTO POR VESTIDO FOREVER 21. (FOTO: TIAGO CHEDIAK)

4_6
YUN GAO, ESTUDANTE: “PRETO E BRANCO NÃO TEM COMO ERRAR, MESMO QUE APARENTE EXTRAVAGANTE”. A BOLSA É YVES SAINT LAURENT. (FOTO: TIAGO CHEDIAK)

2_13
LOVELY PHILLIPS, FASHION STYLIST: “ESCOLHI O PRETO E BRANCO NA ESTAMPA GRÁFICA PORQUE ACHO QUE ESSA É A PRÓXIMA TENDÊNCIA”. O VESTIDO É MISS FINCH (FOTO: TIAGO CHEDIAK)

6_3
RACHEL EFFENDY, FOTÓGRAFA: “GOSTO DA IDEIA DA GEOMETRIA DAS LISTRAS ALIADA À ROUPA. E HOJE EU QUERIA DAR UM TEMPO DE CORES, ENTÃO FUI PARA O PRETO E BRANCO”. A SAIA É MOTEL ROCKS. (FOTO: TIAGO CHEDIAK)

1_13
KARIN MURAKAM, ESTUDANTE: “É MUITO FÁCIL COMBINAR PRETO E BRANCO E ACHO O LISTRADO DESCOLADO”. A BLUSA DE MANGA COMPRIDA É DA HOLLISTER. (FOTO: GETTY IMAGES)

 

 

Fonte: Marie Claire

Tags: , , , , , ,

Comments ( 0 )

Esportivos

 

Marc by Marc Jacobs / Lacoste / Aquascutum – Verão 2012

Marc by Marc Jacobs / Lacoste / Aquascutum – Verão 2012

Com os Jogos Olímpicos de Londres, não é surpresa que os temas esportivos tenham ganhado força para o verão europeu de 2012. Couro branco, detalhes coloridos, linhas enxutas, frisos pretos e inserção de plástico estão entre os destaques em marcas como Lacoste, Altuzarra e Aquascutum. Viseiras e mochilas repaginadas devem virar febre.

Do mar

FOTOSITE

Valentino / Chanel / Alexander McQueen – Verão 2012

Valentino / Chanel / Alexander McQueen – Verão 2012

O fundo do mar é uma inspiração forte no que diz respeito aos acessórios do próximo verão. Vimos conchas na Chanel, corais em Alexander McQueen e estrelas do mar na Versace. Fora esse toque um tanto kitsch, há muitas peças em peles de peixe, acabamentos perolado e sandálias que lembram equipamentos de mergulho. Para completar, muitas pérolas nas bijuterias.

Espírito cinquentinha

 

Prada /  Nina Ricci / Yves Saint Laurent - Verão 2012

Prada / Nina Ricci / Yves Saint Laurent – Verão 2012

A referência retrô estará em alta, com a década de 1950 influenciando a moda fortemente. Os designers misturaram o espírito ladylike com cores suaves e acessórios excêntricos. Mules, óculos de gatinho e bolsas de mão formais devem chamar a atenção. Marcas que apostaram nessa tendência: Rochas, Prada e Louis Vuitton

Mod couture

 

Diane Von Furstenberg / Matthew Williamson / Marni - Verão 2012

Diane Von Furstenberg / Matthew Williamson / Marni – Verão 2012

Um mergulho nos anos 1960 também será visto, com muitas referências dos estilos Mod e hippie (pense em margaridas, looks flower-power e bijoux de plástico coloridas). Enquanto as roupas focam nas linhas mais clean e modernistas desta época, os acessórios investem nas composições modulares e no exagero das cores. Bons exemplos na Marni, em Giambattista Valli e em Diane von Furstenberg

Déco tribal

 

Etro / BCBG Max Azria / Derek Lam - Verão 2012

Etro / BCBG Max Azria / Derek Lam – Verão 2012

Pode parecer improvável, mas a mistura do tribal com o déco deu certo. A ideia foi juntar referências do norte da África, em especial do Egito, com as formas geométricas, como o que foi visto nas bolsas de Derek Lam, Etro e 3.1 Phillip Lim.

Artesanal

 

Ohne Titel / Tory Burch / Burberry Prorsum - Verão 2012

Ohne Titel / Tory Burch / Burberry Prorsum – Verão 2012

Uma dissidência da tendência anterior, também focada na referência tribal. Mas o destaque aqui são as matérias primas naturais (penas, ráfia, contas) e técnicas artesanais, como o crochê. Cores fortes, como laranja e turquesa, convivem com tons naturais (marrom e bege). Burberry Prorsum, Donna Karan e Proenza Schouler fizeram peças com essa pegada para suas coleções.

 

Fonte: MODA SPOT

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )


No interior de Goiás, uma promotora de justiça está travando uma batalha contra donos de confecções, contadores, policiais e fiscais da Receita.

Ela acusa fabricantes de roupas de falsificar grifes famosas, vendidas depois para todo o país.

A promotora Juliana França passou a sofrer ameaças depois que começou a investigar, há um ano, um esquema de falsificação de roupas na cidade de Jaraguá, que fica a 120 quilômetros de Goiânia.

“O pneu do meu carro foi rasgado com canivete. A minha cachorra foi envenenada, jogaram uma cobra na minha casa”.

No fórum recém-construído, o depósito com os produtos apreendidos já está lotado de matéria-prima e roupas falsificadas de marcas conhecidas, nacionais e internacionais. Entre elas 100 mil peças apreendidas em janeiro que estavam em 30 depósitos espalhados pela cidade.

Um deles escondia atrás da fachada de uma casa, a poucos metros do fórum. Em uma operação, a máquina de costura foi apreendida justo na hora em que as camisas eram bordadas com a marca de uma grife famosa.

Segundo os investigadores, a máquina e as roupas que estavam sendo bordadas pertencem a Cláudio Crisóstemo, que é dono de uma confecção na cidade. Ele nega produzir roupas falsas.

“O povo está fazendo tempestade em copo d´água, coisa que não existe, ou, às vezes, um e outro está difamando a cidade inteira”, afirma Cláudio.

Em outra confecção, também investigada por falsificação, o dono não permitiu a entrada da equipe do Jornal da Globo. João Alberto Ribeiro, que responde ao processo em liberdade, também alega inocência.

Segundo o Ministério Público, a indústria de falsificação em Jaraguá chega a produzir um milhão e meio de peças por mês. 80% dos 800 fabricantes de roupa da cidade estariam envolvidos com a pirataria.

Na lista dos investigados estão 41 pessoas: são donos e gerentes de confecções, fornecedores de peças, fiscais da Receita, contadores e até policiais estariam agindo como informantes, fornecendo dados sobre operações de combate à pirataria ou ajudando a esconder a produção ilegal.

Apesar dos fortes indícios, na cadeia de Jaraguá não existe nenhum preso condenado por algum tipo de envolvimento com a falsificação de roupas.

O Ministério Público e a polícia civil ainda estão investigando esse comércio ilegal para concluir o que já está sendo chamado de o maior inquérito aberto até hoje na cidade sobre o assunto.

No inquérito foram incluídas conversas telefônicas gravadas com autorização da Justiça.

Comprador: “eu trabalho aqui na região do Tocantins”;
Falsificador: “certo”;
Comprador: “ele disse que você fornece, que você faz uma calça boa, né?”;
Falsificador: “ahã!”;
Comprador: “é marca própria ou é só falsificada, Mário?”;
Falsificador: “uai, tenho as duas”.
Mesmo depois de flagradas, produzindo roupas piratas, as confecções voltam a funcionar. Sinal de que só a fiscalização já não intimida mais.
Compradora: “e aí, pegaram roupa sua?”;
Falsificadora: “pegou, uai!”;
Compradora: “mesmo?”;
Falsificadora: “pegou foi de todo mundo aqui!”;
Compradora: “nossa!”;
Falsificadora: “então, agora na semana que vem a gente começa, está começando de novo, semana que vem já tem de novo, né”.

“Isso é vergonhoso para a cidade e para os cidadãos de bem que estão de certa forma presos nessa cadeia de falsificação mais que tem a possibilidade de passar para a legalidade e conviver de uma forma tranquila, pacífica, sem medo de mais cedo ou mais tarde baterem na sua porta e fazer uma apreensão de mercadorias ilícitas em sua casa”.

Visto G1

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 2 )
O tênis de cano alto, sucesso dos anos 1980, está de volta. Os primeiros modelos surgiram nas quadras de basquete norte-americanas e caíram rapidamente no gosto de jovens, atletas ou não. Confira abaixo as releituras atuais que cinco marcas propõem para o calçado:
Em uma recente parceria com a Liberty, marca londrina especializada em estampas florais, a Nike lançou um tênis feminino de cano alto. Com pelo menos quatro diferentes composições de flores em harmonia, o azul predomina no modelo, presente no símbolo lateral, no cadarço e em uma etiqueta da lingueta.
Com aspecto mais urbano e moderno, o novo modelo Puma é uma releitura do “Sky I”, lançado exatamente em 1980. Além de um degradê na lateral e do solado bicolor, o calçado conta com dois velcros, dispostos ao longo do cano.
Sem cadarços, o tênis Reebok ganhou sete velcros do cano até o bico. A estampa repleta de ursinhos e nuvens, usando somente variações das cores primárias, deixou o visual divertido e com ares infantis.
Indo de uma estampa infantil de ursos para uma discreta padronagem réptil, chegamos ao novo modelo da Vans. Em preto e branco, o calçado segue o formato característico da marca, mas diferencia-se por três costuras horizontais ao longo do cano alto.
A Lacoste, que arrisca passos maiores no segmento de calçados e vai triplicar investimentos na área em 2010, também aposta no formato alongado para o cano. A versão em laranja, prata e branco é um dos três calçados que compõe a linha futurística da marca, inspirada nos astronautas e nas grandes naves espaciais.

O tênis de cano alto, sucesso dos anos 1980, está de volta. Os primeiros modelos surgiram nas quadras de basquete norte-americanas e caíram rapidamente no gosto de jovens, atletas ou não. Confira abaixo as releituras atuais que cinco marcas propõem para o calçado:

tenis-cano-alto-nike

Em uma recente parceria com a Liberty, marca londrina especializada em estampas florais, a Nike lançou um tênis feminino de cano alto. Com pelo menos quatro diferentes composições de flores em harmonia, o azul predomina no modelo, presente no símbolo lateral, no cadarço e em uma etiqueta da lingueta.

tenis-cano-alto-puma

Com aspecto mais urbano e moderno, o novo modelo Puma é uma releitura do “Sky I”, lançado exatamente em 1980. Além de um degradê na lateral e do solado bicolor, o calçado conta com dois velcros, dispostos ao longo do cano.

tenis-cano-alto-rebook

Sem cadarços, o tênis Reebok ganhou sete velcros do cano até o bico. A estampa repleta de ursinhos e nuvens, usando somente variações das cores primárias, deixou o visual divertido e com ares infantis.

tenis-cano-alto-vans

Indo de uma estampa infantil de ursos para uma discreta padronagem réptil, chegamos ao novo modelo da Vans. Em preto e branco, o calçado segue o formato característico da marca, mas diferencia-se por três costuras horizontais ao longo do cano alto.

tenis-cano-alto-lacoste

A Lacoste, que arrisca passos maiores no segmento de calçados e vai triplicar investimentos na área em 2010, também aposta no formato alongado para o cano. A versão em laranja, prata e branco é um dos três calçados que compõe a linha futurística da marca, inspirada nos astronautas e nas grandes naves espaciais.

Tags: , , , , ,

Comments ( 21 )
Marca aposta em design diferente e investe US$ 324 milhões em pedidos à Indonésia
28/07/2009
A Lacoste está decidida em aumentar sua participação no mercado calçadista. A linha de tênis “Rainbow Pack”, primeira parte da coleção “Stealth”, acaba de ser lançada em meio ao verão europeu e se diferencia bastante das antigas propostas da grife (fotos 1 a 7).
Estes novos modelos destacam-se, principalmente, pela grande utilização de dois esquemas diferentes de cores. Em um destes, dois tons se fundem aos poucos ao longo do tênis, com um efeito pixelado. Já os outros possuem efeito refletivo em estampa de crocodilo, cabedal branco e solado colorido (fotos 8 e 9).
Produção vai triplicar em 2010
De acordo com a associação de calçadistas indonésios, a Lacoste vai triplicar a produção de calçados no próximo ano. Com esta medida, fabricantes acreditam que a receita de pedidos à Indonésia vai alcançar 324 milhões de dólares.
A seguir, confira o vídeo referente à nova coleção, totalmente em animação e com visual distinto dos comerciais característicos da Lacoste:

Marca aposta em design diferente e investe US$ 324 milhões em pedidos à Indonésia.

Tênis Lacoste

Tênis Lacoste

A Lacoste está decidida em aumentar sua participação no mercado calçadista. A linha de tênis “Rainbow Pack”, primeira parte da coleção “Stealth”, acaba de ser lançada em meio ao verão europeu e se diferencia bastante das antigas propostas da grife .

Estes novos modelos destacam-se, principalmente, pela grande utilização de dois esquemas diferentes de cores. Em um destes, dois tons se fundem aos poucos ao longo do tênis, com um efeito pixelado. Já os outros possuem efeito refletivo em estampa de crocodilo, cabedal branco e solado colorido.

Tênis Lacoste

Tênis Lacoste

Produção vai triplicar em 2010

De acordo com a associação de calçadistas indonésios, a Lacoste vai triplicar a produção de calçados no próximo ano. Com esta medida, fabricantes acreditam que a receita de pedidos à Indonésia vai alcançar 324 milhões de dólares.

A seguir, confira o vídeo referente à nova coleção, totalmente em animação e com visual distinto dos comerciais característicos da Lacoste:

Fonte:www.usefashion.com.br

Tags: , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )
A Lacoste fechou uma parceria com os irmãos Campana (designers brasileiros mundialmente premiados) para que os artistas desenvolvessem modelos exclusivos de pólos para a grife francesa.
Um deles terá edição de 20 mil exemplares. Já outro, extraexclusivo, será feito sobmedida e com apenas 24 unidades.
No meio termo, com 250 exemplares cada um, encontram-se um modelo feminino (inspirado nas trepadeiras Lianas – plantas nativas de matas tropicais) e um masculino (inspirado nas Anavilhanas – próprias da Amazônia).
Esses dois últimos serão confeccionados no Brasil e, mais especificamente, com caráter social. O serão em parceria com a Coopa-Roca, a ONG de artesãs e costureiras que fica na comunidade da Rocinha (zona Oeste do Rio).
Por enquanto, a data e local do lançamento não foram divulgados.
Em 08 de outubro do ano passado, a Melissa lançou a linha Corallo, composta por um modelo de bolsa e sapatilha também criadas pelos Campana.
Fotos: Pólos by irmãos Campana
Créditos: ©Lacoste
Fonte: www.uol.com.br/moda
Camisa Lacoste by Campana

Camisa Lacoste by Campana

A Lacoste fechou uma parceria com os irmãos Campana (designers brasileiros mundialmente premiados) para que os artistas desenvolvessem modelos exclusivos de pólos para a grife francesa.

Camisa Lacoste by Campana

Camisa Lacoste by Campana

Um deles terá edição de 20 mil exemplares. Já outro, extraexclusivo, será feito sobmedida e com apenas 24 unidades.

No meio termo, com 250 exemplares cada um, encontram-se um modelo feminino (inspirado nas trepadeiras Lianas – plantas nativas de matas tropicais) e um masculino (inspirado nas Anavilhanas – próprias da Amazônia).

Esses dois últimos serão confeccionados no Brasil e, mais especificamente, com caráter social. O serão em parceria com a Coopa-Roca, a ONG de artesãs e costureiras que fica na comunidade da Rocinha (zona Oeste do Rio).

Por enquanto, a data e local do lançamento não foram divulgados.

Camisa Lacoste by Campana

Camisa Lacoste by Campana

Em 08 de outubro do ano passado, a Melissa lançou a linha Corallo, composta por um modelo de bolsa e sapatilha também criadas pelos Campana.

Fotos: Pólos by irmãos Campana

Créditos: ©Lacoste

Fonte: www.uol.com.br/moda

Tags: , , , , , , ,

Comments ( 0 )