jaquetajeans-hominha

uem nunca teve uma clássica jaqueta jeans? Ela é um dos curingas mais poderosos do armário. Serve para todas as estações e possui vários shapes e detalhes diferenciados. Se você ainda não aderiu a esse ícone da moda, editora da Marie Claire Mari Di Pilla indica qual modelo melhor para você usar!

CLÁSSICA

classica-v

De shape larguinho, mas não grande demais, a jaqueta jeans clássica é a única que talvez, de fato, fique no seu guarda-roupa a vida toda. Por ser atemporal, vale o investimento.

OVERSIZED

overv

Os modelos oversized, porém “limpos” (sem lavagens e rasgados) têm a mesma função do shape clássico para as mais modernas. Dá para combinar com uma calça denim de lavagem diferente, calça amplas com tênis… são inúmeras as possibilidades! Até com um vestido longo em uma festa mais cool ela funciona.

TRABALHADA

rasgos

Já aquelas mais trabalhadas, com rasgos, estampas e zíper grosso, funcionam no conjuntinho de calça do mesmo tom para não chamar tanta atenção ou peças que contrastem.

Bordada

patchs

Sem dúvida, a jaqueta com patches e bordados é a peça do momento. Mas atenção: tudo o que chegar com muita força na moda, vai embora com aquela sensação de “enjoei”. Neste caso, prefira as fast fashion às marcas mais caras.

ESTRUTURADA

balmain

Meio Gucci no fim da era Frida Giannini, meio Balmain, as jaquetas que mais parecem um blazer estruturado com ombreiras são boa opção para quem já tem um modelo mais clássico. Ela é muito mais fashion, mas também superfeminina.

 

Fonte: Marie Claire

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )
Fotos-Look-blazer-vestido-rosa-Desfile-Juliana-Jabour-calca-Claudia-Simoes

Look blazer e vestido rosa/Desfile Juliana Jabour. Looks blazer e calça/Desfile Claudia Simões

Quem acompanhou as semanas fashion percebeu um ligeiro revival dos tempos em que música e moda estiveram em plena sintonia.

Vários ícones dos anos 80, época mais pop de todos os tempos, foram a marca registrada de alguns estilistas. Entre eles blazeres longos com ombreiras (representação máxima dos yuppies), tubinhos, volumes acinturados, calças e shorts com cintura alta, pregas e macacões. As marcas cariocas Cláudia Simões e a Printing abusaram desses clichês. Já Juliana Jabour também investiu nas cores fortes, em tons flúor: amarelo fosforescente, melancia e acqua.

As mais eletrizantes (verde limão, tangerina e pink) usadas por muitas mulheres que adoravam fazer combinações exageradas assim como a rainha do pop Madonna, desembarcaram do verão europeu e aparecem nos calçados e acessórios do próximo verão. A Arezzo, por exemplo, aposta nas cores neon misturadas em uma só peça. “Acho que elas vão sim invadir as ruas, tem tudo a ver com o verão, só não vale usar no ambiente corporativo”, lembra a personal stylist Cintia Castaldi.

Fotos-Colecao-Arezzo-Verao-2010

Coleção ArezzoVerão 2010

A consultora diz que para o dia-a-dia é legal evitar excessos e optar por uma única peça de cor forte, seja na roupa, ou no uso do acessório: óculos, bijus e bolsas. Vale sempre citar a velha regra: cores claras aumentam o volume. “Devemos evitar peças que chamem atenção em lugares que queremos esconder”.

Os tons fluorescentes também estarão nos pés, combinados com pastilhas, e outras cores, como dourados ou brancos. “Entre as curingas aposto no roxo e no pink. Laranja, amarelo-gema, verde e azul também estarão em alta na próxima estação não só na moda, mas também na maquiagem”.

Cintos envernizados de plástico e acrílico, tachinhas nos acessórios, brincos super coloridos de plástico, faixas no cabelo e na cintura, collant, tecidos e couro metalizados, além do volume nos ombros e ainda o jogging (conjunto calça e jaqueta de plush), também são outros itens pincelados entre as coleções de verão.

Fotos-Bolsa-matelasse-pink-neon-com-alca-corrente-Espaco-Fashion-Bolsa-com-tachas-Agatha

Bolsa matelasse pink neon com alça correnteEspaço Fashion e Bolsa com tachasAgatha

Alguns elementos já se fazem presentes neste inverno, adaptados aos novos tempos. O moletom, por exemplo, que saiu da casa para as ruas nos anos 80, está em blusões, casacos e blazeres. Sem contar as famosas leggins, hit do sportwear e marca de Jane Fonda. E ainda as tachas douradas e acrobeadas (redondas, quadradas ou em forma de pirâmide), estilo rock-punk ou look mais fetichista.

Talvez seja uma prova de que o espírito pop ainda está vivo para muita gente, fashionistas, estilistas e pessoas com saudades daquela época considerada exagerada ou mesmo cafona para alguns, melhor dizer, tempos da criatividade sem limites.

Visto no Vila Mulher

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 1 )