Se depender dos desfiles da semana de alta-costura de Paris, o verão 2018 será mais romântico. Prepare-se para usar laços (e mais laços) nos vestidos de festa da temporada: o efeito decorativista surgiu em profusão nas passarelas de grifes como Chanel, Giambattista Valli e Elie Saab injetando delicadeza imediata a roupas e acessórios.

Na coleção da maison francesa comandada por Karl Lagerfeld, surgem em tom de pink intenso amarrados na cintura ou mesmo arrematando vestidos tomara-que-caia.

Já o rei das festas, Elie Saab, amarrou laçarotes gigantes no pescoço das modelos – truque de styling dramático que acompanhou os vestidos de musselina de seda, chiffon e tule, bordados com motivos geométricos e florais art déco bordados inspirados em Mistinguett, Josephine Baker, Kiki de Montparnasse e outras musas dos anos 1920. Giambattista Valli apostou em laços de cetim sobre seus vestidos espetaculares de tule. Vai se amarrar?

 

Fonte: VOGUE

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Sim, é hora de atualizar o seu guarda-roupa pro inverno. E nem tudo precisa ser novinho, viu? Aqui, você aprende a usar as últimas tendências, aproveitando peças que você já deve ter em casa.

Pink é o novo preto
Look total, ok? Coragem, porque o fashion statement permite apenas combinações com rosés e tons de vinho. Acredita e vai!

Cáqui é o básico da vez
Onde usaria jeans, copia e cola cáqui. O tecido ideal, com caimento, mas fresh, é a sarja.

A manga é protagonista
Bufantes, vazadas, voluptuosas, importantes. Peças com mangas que “falam por si” são o crush do momento.

O brinco bate no ombro
Versões alongadas fazem par perfeito com a nova mania da gola rulê. Vale pra rotina diária, vale pra festa, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Look noiva é o street para aderir
Se adicionássemos um singelo véu aos looks acima… Páh! Prontas pra casar! O divertido foi ver vestidos com rendas, transparências e tules “casados” com botas e flatforms. Atente: o crossover do romântico com o street é tendência absoluta.

A frase substitui o logo
“Come as you are”, diga verdades sem abrir a boca. É o que sugerem estilistas mulheres, femininas e feministas como Maria Grazia Chiuri, na Dior.

Cintura marcada é silhueta-desejo
O fetiche da temporada: corsets e afuins que desenham o corpo feminino. Versão tropical de palha, by Osklen, você vê por aqui!

Fonte: Glamour

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

delpozo_bks_i_rs17_4492

Que o verão costuma trazer para as ruas uma enxurrada de produções ultracoloridas já é algo esperado,, mas o revival de cores (de acordo com a Pantone) como a Pink Yarrow, a Kale (militar) e a Electric Purple não deixa de ser uma surpresa.

Após temporadas focadas em tons pastel, versões intensas dos mais diversos tingimentos ganharam as passarelas (e ruas) da última temporada de verão. Confira:

Pink Yarrow

pink-1

Em pleno Outubro rosa, o pink deságua nas passarelas internacionais com brilho irreverente e poder acima do normal. Se antes tingia produções com pegada girlie, hoje até a mais cool das fashionistas poderá apostar sem medo. Pretty in pink!

pink-2
Delpozo (esquerda e meio) e Topshop Unique, ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

pink-3

pink-4Hermès (esquerda e meio) e Valentino, ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

pink-5Balenciaga, Bottega Venetta e Valentino, ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

Electric Purple

roxo-1

Mais vibrante do que nunca, as famílias do roxo e do lilás, muitas vezes alvo de narizes torcidos, foram escolha quase unânime das grifes nos últimos desfiles de verão. Ora em tons e composições elétricas – como na Trussardi – ora contido e angelical, como na Empório Armani. Aposte!

roxo-2Balenciaga e Empório Armani (meio e esquerda), ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

roxo-3

Kale

couve-2_1

 

Com pegada army, o novo militar voltará às ruas neste verão menos vibrante, porém ideal para ser harmonizado em produções com brilhos, texturas inusitadas e acessórios statement. Chique!

couve-1_1Mulberry (esquerda) e Bottega Venetta, ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

couve-3Sacai e Sonia Rykiel (meio e direita), ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

couve-4Salvatore Ferragamo (esquerda e meio) e Balmain, ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

couve-5Dries Van Noten (esquerda e meio) e Balmain, ambas verão 2017 (Foto: Getty Images)

Fonte: Moda It

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

holding_2

Sim, os cabelos coloridos continuam em alta, mas continuam se atualizando a cada temporada. Agora, o rainbow hair ressurge menos adolescente e mais cool em três tons nada óbvios, que já são sucesso nos looks de descoladas do street style.

A seguir, mapeamos as cores, as técnicas e os desafios envolvidos em cada it-tom. Assim, fica fácil escolher qual cor tem mais a ver com o seu estilo e tipo de cabelo.

Granny Hair

gray

A COR
É tipo o branco da vovó só que com um brilho power no fios. O que garante um ar de cabelo jovem, ainda cheio de melanina.

A TÉCNICA
O fio é descolorido até atingir o tom mais claro possível. Em seguida, um matizador ou tinta cinza dão o tom granny.

O DESAFIO
Os fios tendem a ficar mais amarelados ao longo das semanas.

A SOLUÇÃO
Economize no uso do secador. “Essa cor não suporta calor excessivo, e o tom metálico tende a amarelar”, alerta o expert Eron Araújo. Para dar uma forcinha, troque o condicionador por máscara matizadora (isso, aquela roxa).

Pink Pastel

pink

A COR
Rosinha com diversas nuances.

A TÉCNICA 
“Misturo a tinta pink com um creme condicionante pra conseguir três intensidades de tom de rosa”, explica a hairstylist Jéssica Dannemann, do TP Lounge, no Rio. “Assim consigo profundidade e uma cor mais moderna.”

O DESAFIO
A cor desbota muuuito! Ou seja, prepare-se pra voltar com certa frequência ao salão, se quiser manter o cabelo bonito.

A SOLUÇÃO
Dê um choque térmico no fio pós-lavagem. Ele ajuda a selar as cutículas, mantendo o pigmento por mais tempo no cabelo.

Oil Slick Hair

colors

A COR 
“É inspirada naquelas poças de óleo no asfalto, que ficam furta-cor sob a luz”, diz a hairstylist americana Aura Friedman, criadora do look. “Daí as mechas rainbow!”

A TÉCNICA 
As mechas são descoloridas e tonalizadas de verde, azul, violeta…

O DESAFIO
Manter a cor dos fios viva e “aparecida”.

A SOLUÇÃO
Leave-ins para fios coloridos criam uma película que protege e dá brilho.

 

Fonte: Glamour

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

best-street-style-looks-at-milan-fashion-week-springsummer-2014-29-682x1024

Bordô, marsala, vinho: em seus muitos nomes, a versão mais escura e sóbria do vermelho é clássica, elegante e independente dos rumos das passarelas. Mesmo tendo sido eleita “a” cor de 2015, ela não deixa de ser interessante em 2016 – e 2017, 2018, ou qualquer ano que seja.

Tão versátil quanto o bege, o tom é uma ótima opção para quem quer fugir da combinação cinza-preto-e-branco, mas não é fã de cartelas mais vibrantes que incluem amarelo, pink, laranja ou azul. Outra vantagem é que o bordô surge tanto em peças de roupa, quanto acessórios: quem se apaixonar por um bom sapato ou bolsa adornado com a cor, pode investir sem medo; o item não será usado por apenas uma estação.

Como levar a cor para o seu guarda-roupa sem errar? Confira abaixo uma seleção de looks e peças para você se inspirar – e renovar o closet num passe de mágica.

stills-vinho-marsala-_1 stills-vinho-marsala-_3 stills-vinho-marsala-_2 stills-vinho-marsala-_4

 

Fonte: Vogue

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

No street style do Hemisfério Norte, assim como nas coleções que já chegam às lojas brasileiras, o rosa é presença certa. Veja como investir no tom para dar mais graça às produções do frio que está para chegar.

look-rosa-inverno-01Passado o alto verão, é a hora de se preparar para o inverno. E os sinais vindos das ruas e das araras que começam a ser preenchidas com peças perfeitas para o frio indicam que rosa não pode faltar nos looks da próxima temporada.

Bastou a Pantone anunciar o quartzo rosa como a cor de 2016 para que as mais variadas nuances começassem a aparecer como aposta certeira. Do pink ao pastel, a cor chega para deixar as produções invernais mais leves e menos sombrias. As mais ousadas podem apostar em visuais monocromáticos sem receios. Já as mais discretas podem lançar mão de uma ou outra peça rosada – calça, casaco, camiseta, moletom.

look-rosa-inverno-00Na hora de combinar, vale recorrer ao branco, preto, cinza, burgundy e até ao vermelho. Quando duas cores intensas são misturadas, o resultado é fashionista no ato.

look-rosa-inverno

A seguir, confira uma seleção de peças para investir…

pecas-rosa1. Casaco com fechamento por laço MSMG, na Farfetch, R$ 4.310
2. Tricot new camiseta Grace Mixed, no Shop2gether, R$ 424
3. Saia midi Vampiro Tigresse, no Shop2gether, R$ 1.075

pecas-rosa-14. Jaqueta com detalhe matelassê Moncler, na Farfetch, R$ 3.730
5. Moletom bordado Kenzo, na Farfetch, R$ 1.970
6. Calça flare Amapô, no OQVestir, R$ 434

pecas-rosa-27. Casaco modelo “Lolly” P.A.R.O.S.H., na Farfetch, R$ 5.480
8. Jaqueta Leticia Le Lis Blanc, no OQVestir, R$ 579
9. Blusa de tricô cropped Ivete By NV, no OQVestir, R$ 348

 

Fonte: Marie Claire

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Esqueça o laranja “Jil Sander” ou o azul Klein que dominaram as temporadas de moda passadas. O cinza? Deixe-o no seu imaginário pornô do livro “50 tons”. Na reta final dos desfiles verão 2013 das passarelas internacionais, o tom dominante parece ser mesmo o rosa.


A cor apareceu em diversas apresentações de Milão, Londres e Nova York e nas mais variadas nuances. No entanto, as que prometem ser o hit da estação mais quente do ano são aquelas que têm um quê de neon, passando do tom mais aberto para o que tem uma leve pitada de vermelho.

Se você achou a tonalidade interessante, mas – apesar de ver através dos diversos looks acima que ela pode ser coringa – não se sentiu confortável em usá-la, saiba que o chiclete, o bebê e até mesmo aquele quase alaranjado procuram um espacinho no guarda-roupa feminino.

 

Fonte: Marie Claire

Tags: , , , ,

Comments ( 0 )
Foi realizada na noite de domingo, dia 31 de janeiro, em Los Angeles, mais uma edição do Grammy. Se na premiação se destacaram nomes como Beyoncé e Taylor Swift, no tapete vermelho outras celebridades chamaram atenção. Acompanhe a seleção que fizemos de alguns looks femininos.
A cantora Carrie Underwood usou vestido branco e longo, com tecido vaporoso. O destaque deste modelo é o decote, feito com recortes de tecido prateado, que criam formas geométricas.
Para acompanhar o marido, o cantor Seal, Heidi Klum optou pelo comprimento curtíssimo e o decote profundo. O vestido é coberto de paetês em tons de rosa, com detalhes em dourado e prateado. Atente para o anel da top: em formato de borboleta, tem tamanho máxi e chama muita atenção.
‘Ke$ha apostou nas franjas douradas para conferir a premiação. Assim como Heidi, a cantora optou pelo anel oversized.
Lea Michele usou um vestido curto que explora diferentes texturas: saia de babados, cintura drapeada na horizontal e busto drapeado na diagonal. Perto do ombro, leve transparência.
Comprimento curto e mangas compridas foram as apostas de Miley Cyrus. A peça feita em tiras deixa evidente pequenas partes do corpo.
Em formato sereia, o modelo usado pela cantora Pink foi feito em camadas que lembram escamas (e reforçam o conceito da figura mitológica aquática). Em degradê de cinza, tem detalhes de pedrarias na cintura e no busto.

Tags: , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )
Se você acha que vamos comentar a gafe de Kanye West – que puxou o microfone da mão de Taylor Swift para dizer que Beyoncé merecia o prêmio – se enganou!
Como o que nos importa é moda, é disso que vamos falar. A segunda gafe mais constrangedora da noite foi ver Shakira e Pink usando o mesmo vestido.
É tudo culpa da febre Balmain. Brigitte Bardot e Sophia Loren foram as responsáveis por divulgar a marca, criada em 1945. E agora todo mundo só quer vestir Balmain. Madonna, Gwyneth Paltrow e Sarah Jessica Parker já desfilaram seus modelitos por aí.

Se você acha que vamos comentar a gafe de Kanye West – que puxou o microfone da mão de Taylor Swift para dizer que Beyoncé merecia o prêmio – se enganou!

Como o que nos importa é moda, é disso que vamos falar. A segunda gafe mais constrangedora da noite foi ver Shakira e Pink usando o mesmo vestido.

shakira-pink-mesmo-vestido-gafe-vmb

É tudo culpa da febre Balmain. Brigitte Bardot e Sophia Loren foram as responsáveis por divulgar a marca, criada em 1945. E agora todo mundo só quer vestir Balmain. Madonna, Gwyneth Paltrow e Sarah Jessica Parker já desfilaram seus modelitos por aí.

fonte: www.tanavitrinetanacea.com.br

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 1 )