PLUMAS EXUBERANTES
Em alta desde que o glamour retrô voltou à moda, há um ano, elas invadem o guarda-roupa festivo. Enquanto no verão 2017 da Prada (grife precursora da tendência), o decorativismo enfeitava looks pijama, ele surge agora de maneira mais exuberante, misturado inclusive com paetês. Quer investir em uma joia poderosa sem “emperuar” a produção? Escolha peças bold de cristal de rocha.

PAETÊ RETRÔ
Siga brilhando! Após dominar o dia a dia em versões que passeavam do boho ao artsy, o paetê reassume sua vocação para a noite. A graça é optar por peças com ares vintage, caso do vestido com modelagem 40’s.

FLORAL OITENTISTA
As flores são “o” print das coleções internacionais e ganham refresh estampando vestidos de mood oitentista – pense em mangas volumosas e microcomprimento. Em versão lavada, a estampa é ótima opção para fugir do branco total no Réveillon. Quem também ressurge é o efeito ruched, conhecido por aqui como franzido, como no vestido Iorane da foto acima.

LAYERING DE PLISSADOS
Nem só de micropeças 80s vive esta temporada de festas: para quem curte um look amplo e fresco, a bola da vez são os vestidos com camadas de plissados, que substituem os babados que foram tendência na estação passada. Valem tanto os brancos quanto os coloridos (perfeitos para as celebrações que antecedem o Natal).

VELUDO DRAMÁTICO
O tecido feminino e confortável segue em alta por mais uma estação, agora protagonizando peças opulentas, vide o vestido da Gucci com plissados dramáticos, uma ótima pedida para atualizar o little black dress. Acessórios em tons metálicos garantem o mood festivo – nos pés, troque o salto fino por um modelo plataforma.

CORSET COOL
Após cruzar a passarela do inverno 2018/19 da Louis Vuitton, o corset promete retorno triunfal à moda – o acessório é truque quente para contrapor vestidos festivos de shapes volumosos. Mas fuja radicalmente de opções que remetem a uma lingerie: o item da vez é mais luxuoso e cool. Dica de styling: é hora de resgatar a meia-calça preta fina, que confere acabamento sofisticado a looks com pernas demasiadamente à mostra.

Fonte: VOGUE

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Looks esportivos e funcionais, que remetem a um camping em clima glamoroso, invadem a moda – e são perfeitos para os dias de verão na serra ou na cidade

 

Em julho passado, Helena Barbero, buyer das grifes internacionais presentes na multimarcas NK Store, embarcou em uma road trippela Califórnia ao lado do noivo. O ponto alto da viagem foram as três noites em que o casal acampou em meio a um parque em Big Sur – experiência hoje conhecida como glamping, um camping em clima mais glamoroso. “Eram cabanas rústicas, mas superconfortáveis, equipadas com cama, lareira elétrica, mesa para piquenique. E, durante o dia, frequentávamos a piscina, o spa e os restaurantes do hotel do qual elas faziam parte, o Ventana”, conta.

Fundadora da NK Store, Natalie Klein Duek havia passado pela experiência no mês anterior, ao se hospedar com o marido, Tufi Duek, e os filhos no The Other Side, um glamping em North Eleuthera, nas Bahamas. “Você passeia de barco pela ilha durante o dia e, na volta, se depara com sua comida e livros favoritos. Apesar de serem charmosas e bem decoradas, as tendas não possuem blecaute, internet ou televisão. Você tem aquela sensação única de acampar em uma praia deserta. Me desconectei de verdade e meus filhos acharam o melhor ‘hotel’ do mundo!”, conta a empresária.

Na atual busca por um estilo de vida mais slow, que preza a conexão com a natureza para amenizar a velocidade da era digital, o glamping (união das palavras camping e glamour) surge como a viagem perfeita – tendas, yurtis e casas na árvore vêm equipados com quartos e banheiros completos. É possível acampar assim em plena Antártida (fundada pelo explorador Patrick Woodhead, a companhia White Desert oferece até passeios a bordo de jatos Gulfstream para explorar o Polo Sul durante a estadia), em uma savana africana ou no deserto de Marrocos. Na Tailândia, um hotel da rede Four Seasons instalado no Triângulo Dourado (região histórica que faz fronteira com Myanmar e Laos) reúne tendas (com direito a banheira de hidromassagem no deque) em meio a florestas de bambus.

E esse lifestyle vem se refletindo também na moda – alçando a protagonistas da vez peças de mood esportivo e funcional, no melhor estilo explorador. A tendência apareceu com força total no desfile do inverno 2018/19 da Prada: após ter resgatado as bolsas de náilon da grife, hit dos anos 90, Miuccia Prada levou à passarela looks completamente feitos do tecido que lembra barracas de camping. A apresentação marcou também o relançamento da Linea Rossa, a linha esportiva da Prada, que havia sido desativada em meados dos anos 2000. No retorno da label, a grife italiana abusou das evoluções tecnológicas pensadas para performances esportivas, mas em peças feitas para serem usadas em situações urbanas: tecidos regulam a temperatura do corpo por meio de nanotecnologia, e o náilon aparece envolvido em uma membrana finíssima que o torna antivento, impermeável e respirável.

Além do tecido tecnológico, jaquetas e coletes utilitários, puffer jackets e casacos de plástico que remetem a capas de chuva invadiram as passarelas de marcas como Balenciaga e Marni – em looks em sintonia com o athluxury. Até o tênis de trekking ganhou versão fashion: no inverno 2018/19 da Gucci, ele aparece decorado com tiras removíveis de cristais, como no modelo da foto.

Apesar do clima de fim de semana, a tendência faz bonito também no guarda-roupa urbano. Vale trocar o blazer por uma jaqueta de náilon, atualizar o ugly sneaker pela versão com cara de trilha e reviver a calça cargo.

Fonte : VOGUE

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Nem todo mundo aderiu ao conjunto de pijama, mas uma referência desse universo está fazendo sucesso por aí: as listras estilo traje de dormir. Elas são fininhas, geralmente em tons claros, e aparecem em vestidos, camisas e calças.

Fashionistas do cacife de Caroline Daur, Julie Sarinãna e Aimee Song já estão usando em diversos looks. A onda é apostar nas listras “pijaminha” em itens que tenham mangas com babados e sejam amplos. Nas passarelas, a tendência apareceu em marcas supercool — Prada, Céline e Miu Miu.

 

Fonte: Glamour

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Não tem como negar que 2016 foi o ano da gargantilha – peça-chave dos anos 90 que fez seu retorno triunfal pelas mãos de celebridades e influencers. Mas, em 2017, “o jogo vai virar, queridinha”. Colares longos e zero minimalistas vão vir com tudo, no que depender da Chanel, Prada, Givenchy e outras top grifes que investiram no look para as coleções de primavera/verão 2017.

Dica fashion pra não errar no styling: aposte em acessórios no mesmo tom (ou estampa) das roupas, como fez Erin Fetherston e Givenchy.

Já no desfile da Prada o ensinamento é abrir mão de outros acessórios para destacar ainda mais o maxicolar. Nada de anéis e brincos, viu?

Abaixo, Alexis Mabille prova como o dourado é fácil, fácil de combinar. Na dúvida, sempre aposte em colares metálicos.

Fonte: Glamour

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

traco_magico_1
Da esquerda para a direita, look Prada, bolsa Lanvin US$ 1.990, sapato Miu Miu R$ 5.400 e look do desfile de Giambattista Valli (Foto: Divulgação)

 

Debruns e contornos negros que mais parecem feitos com giz de cera (recurso utilizado pelo irreverente estilista marroquino Jean-Charles de Castelbajac na década de 80) arrematam peças de alfaiataria,conjuntos festivos e acessórios – e, muitas vezes, garantem um divertido efeito trompe l’oeil às peças.

Quer adotar a tendência? Aposte nas peças da Prada, Lanvin e Miu Miu – veja acima!

 

Fonte: Vogue

Tags: , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Tendência, que já havia sido desfilada no SPFW de verão 2016, também apareceu nas passarelas internacionais como aposta para a estação.

collage01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O verão está chegando e, além de torcer para estar magra até lá – dá-lhe detox! -, sonhar com aquele bronzeado perfeito e aproveitar os 45 minutos do segundo tempo para fazer algum tratamento de pele antes de se jogar na praia, também é a hora de saber em qual cor você deve apostar na hora de montar os looks que vai usar na próxima estação.

Neste ano, a decisão é unânime: canela. É exatamente esse tom de terra queimada que tem tudo para fazer sucesso na estação mais quente do ano, já que combina com peles bronzeadas e faz uma ótima dobradinha com o branco, cor mais do que clássica na estação mais quente do ano.

A tendência apareceu primeiro em vários desfiles da edição de verão 2016 do SPFW, que aconteceu em abril deste ano. Cris Barros e Juliana Jabour, por exemplo, foram algumas das estilistas que apostaram no tom. Com o fim das semanas de moda internacionais, que se encerraram na quarta-feira, 7, após a etapa de Paris, o canela só reforçou seu poder: apareceu no desfile de grifes como Cédric Charlier, Balmain, Jonathan Saunders, Derek Lam e Prada.

collage0555

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: EGO

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

trends1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Romance obscuro esteve nas passarelas de Chloé, Givenchy e Marc Jacobs (Foto: Imaxtree)

Especializada em inteligência criativa e de negócios, o WGSN trouxe para a 23ª edição de seu  seminário, realizado durante a SPFW, a diretora de passarelas Lizzy Bowring, que veio de Londres para apresentar uma análise detalhada das principais tendências para o inverno 2016. Confira os estilos que você deve ficar de olho para a nova estação.

Romance Obscuro

A aposta é no visual boêmio, com um apelo vitoriano. Detalhes em profusão marcam os looks, como brocados e broches. Rendas transparentes contrastam com os tecidos pesados e luxuosos como jacquard e diferentes tipos de veludo, que dominam as peças.

Invista nas cores intensas, como o vinho, o azul petróleo e o verde bem escuro, além do indispensável preto, para um visual dramático que também conta com laços ao redor do pescoço e destaque para a cintura.

Na estamparia, os florais continuam ainda mais femininos e arabescos também ganham espaço.

trends2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Retrô-futurismo de Louis Vuitton, Prada e Miu Miu (Foto: Imaxtree)

Retro-futurismo

A moda dos anos 60 é a inspiração central para essa tendência, que combina formas retrô e predominância de cores pastéis com tecidos tecnológicos e modernos como o neoprene.

Tweeds diversos também marcam presença em cores variadas. Ainda com inspiração sessentista, os desenhos psicodélicos aparecem coloridos nas estampas e os motivos op art voltam a aparecer.

trends3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Construído sob medida: Balenciaga, Stella McCartney e Victoria Beckham (Foto: Imaxtree)

Construído sob medida

O minimalismo marca essa tendência, que se concentra principalmente na forma. A alfaiataria desconstruída possibilita looks assimétricos e a silhueta entra em transição através da sobreposição de formas e camadas, como túnicas e coletes longos sob calças ou saias. Shapes masculinos ganham feminilidade por conta da cintura marcada e dos decotes.

Nos detalhes, os aviamentos tiveram destaque, como os botões grandes em saias e casacos. O branco apareceu em diversos tons predominando looks inteiros e firmando-se novamente como uma aposta certeira para um visual ultra elegante. Cinzas, preto e conhaque também estão presentes nessa tendência, além do xadrez do tipo window pane, que aparece na diagonal e muitas vezes assimétrico.

trends4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Toque urbano: Haider Ackermann, Alexander Wang e Rag and Bone (Foto: Imaxtree)

Toque urbano

Essa é a tendência mais jovem da temporada. Com clara inspiração visual nos anos 90, traz looks contemporâneos e que combinam com a vida pulsante das metrópoles.

Com uma pegada sexy despretensiosa, o preto predomina, assim como as formas mais justas. O couro e o vinil são materiais constantes nessa trend, que também explora a sobreposição de peças, muitas vezes em diferentes comprimentos.

Apesar de ousado, o visual não deixa de ser prático e peças como a parka voltam a ser essenciais.

Fonte: Marie Claire

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

xtudo1A junk food couture criada por Jeremy Scott para o inverno da Moschino em foto da Vogue coreana (Foto: Hyea W Kang, Zee Nunes, Marcio Madeira, Imaxtree E Divulgação)

Já faz tempo que a comida virou obsessão no Instagram: ame ou odeie, hoje não há mais como se fugir de receitas light, pratos elaborados e snacks apetitosos na nossa timeline de cada dia. Na moda, a mania começou há algumas estações, exatamente como deve começar nosso dia: com frutas – no caso, as bananas da Prada, no verão de 2011. De lá para cá,vieram as pimentas e os alhos da Dolce & Gabbana, o revival da lagosta (que nos anos 30 marcou o trabalho de Elsa Schiaparelli), e, aqui no Brasil, a febre tropicalista detonada pelos cajus da Isolda. Mas a nova temporada marca o fim da feira – agora, quanto mais junk,melhor. Nas coleções internacionais
para o inverno 2014/15,que começam a ser vendidas no início do mês que vem mundo afora,estilistas de peso apontaram seu apetite para guloseimas hipercalóricas e toda a sorte de fast-food.

xtudo2Happy meal: fast- -food dá ar popem editorial de junho desta Vogue (Foto: Hyea W Kang, Zee Nunes, Marcio Madeira, Imaxtree E Divulgação)

O combo mais saboroso surgiu na estreia do americano Jeremy Scott na italiana Moschino, na semana de moda de Milão, em fevereiro passado: conhecido por seu estilo debochado, ele misturou a alfaiataria sofisticada da grife às cores e aos ícones do McDonald’s, da logomarca à batata frita.Essa parte do desfile,que também teve vestidos de noite com estampas inspiradas nas embalagens dos chocolates Hershey’s e do coloridíssimo cereal Froot Loops, deu origem a uma coleção-cápsula apropriadamente batizada de Fast-fashion, que começou a ser vendida on-line logo depois que as modelos deixaram a passarela e virou hit instantâneo – Anna Dello Russo deu uma mãozinha ao usar no dia seguinte à apresentação um vestido-suéter da linha, apelidada pelos fashonistas de “Moschidonald’s”.

xtudo3Karl Lagerfeld transformou o Grand Palaisem hipermercado no desfile de inverno da Chanel, com produtos feitos só para a apresentação. Abaixo, Anna Dello Russo, fã de primeira hora das peças “Moschidonald’s” (Foto: Hyea W Kang, Zee Nunes, Marcio Madeira, Imaxtree E Divulgação)

Fonte: VOGUE

Tags: , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

flats1

Quer estar em alta no quesito estilo? Então, pode descer do salto. Seja lá qual for o modelo que você não vai tirar do pé nesta temporada, é imprescindível que ele seja flat, das sapatilhas de bico fino que alçaram a stylist turned shoe designer Tabitha Simmons a nome quente da vez à bizarra papete de borracha e camurça enfeitada com cristais da coleção de verão da Prada.

O modelo “pé no chão” que será pinçado desse cardápio tão eclético, na verdade, é o que menos importa, já que se trata de uma mudança muito mais de atitude do que de estilo. “A superexposição causada pela internet abriu espaço para uma nova postura que vai na contramão do show off. Nela, o básico é extraordinário, e o dressing down é a maneira verdadeiramente cool de sair por aí”, analisa Costanza Pascolato, que teve o primeiro insight a respeito em janeiro passado, durante visita à feira Pitti Uomo, que acontece duas vezes por ano em Florença. “Enquanto a elite da imprensa fashion estava em Londres para os desfiles masculinos, mais de 25 mil anônimos do mercado de moda mundial desfilavam na cidade italiana vestindo looks surpreendentemente chiques e despretensiosos ao mesmo tempo, sem o menor desejo de serem fotografados para blogs.” (BARBARA MILGIORI)

flats3
Sophia Webster US$ 250; Givenchy US$ 1.174; Jason Wu para Melissa R$ 160 (Foto: Patrick Demarchelier, Imaxtree, Getty Images e Divulgação)

Artes plásticas
Da nova rainha das sandálias divertidas Sophia Webster à mais dark entre as grifes de vanguarda Givenchy, nomes de peso mostram que o plástico colorido pode ser combinado a terninhos de pegada minimalista perfeitos para galeristas e fashionistas mais cabeça.

flats2
H&M e Ancient Greek US$ 320 (Foto: Patrick Demarchelier, Imaxtree, Getty Images e Divulgação)

Hype do vovô
Por essa ninguém esperava: o chinelão com duas tiras grossas de couro entrelaçadas que é uniforme de vovôs ganha o fast-fashion em versão com carimbo H&M.

flats6c

Esporte fino
calçados que compõem o dress code de atividades ao ar livre inspiram flats luxuosas.

ponta
Design de ponta
A ex-stylist Tabitha Simmons se consagra sapateira de mão cheia com seus flats de bico fino que deixam o pé elegante mesmo dispensando o salto.

sc3
Com h maiúsculo
Loafers, brogues e mocassins saem do guarda-roupa deles e ganham as ruas de Paris, Nova york e Milão durante a última temporada de moda.

 

indianstyle
Indian feast
Visto que dez entre dez marcas lançaram sapatilhas sem acabamento lateral inspiradas no shape do calçado típico dos trajes indianos, não resta dúvida de que é esta uma das compras certeiras da estação.

Fonte: Vogue

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Preparados para o Verão 2015? Pois quem trabalha com moda já está com os olhos voltados para a próxima temporada de calor, afinal é hora de planejar a coleção. Por isso, aconteceu nesta quarta-feira, 26.02, mais uma edição do Senac Moda Informação — que nada mais é um bureau de tendências em formato de palestras, ministradas por profissionais antenados do mercado de diferentes segmentos.senac-moda-informacao-450x306De acordo com Luciana Parisi, coordenadora de uma consultoria de moda e especialista em tecidos, será uma temporada de muito otimismo e que tem como principal característica a volta do glamour. “O protagonista será o tecido. É a estação da viscose e do poiliéster”, revelou.

Como de costume, a instituição elegeu alguns temas para guiar as criações da temporada, isso com base nas passarelas internacionais e com o que já foi visto nos interiores de lojas nos Estados Unidos e Europa. Vamos conferir?

Tendências Verão 2015

Geografia Global

Mais uma vez o étnico será pauta de coleções, desta vez inspirado pela África, Ásia e alguns países da América Latina, como Peru e México. Para traduzir para os designs, aposte mais uma vez nas estampas ikat, agora renovadas pelo acréscimo de tons fluo.

smi-v151O novo étnico aparece com grafismos P&B e pitadas de tons fluo, como na River Island

Clássico, o animal print surge em versões de candy colors. Flores orientais, tie-dye, franjas e crochê complementam a temática. Nos shapes, invista em saias e vestidos longos, macacões, macaquinhos e o scuba dress, de neoprene estampado.

smi-v15-2-600x407O verão da americana Donna Karan é uma boa inspiração

smi-v15-5Assim como a mistura de poás e listras do verão da Burberry

Street Sport

A moda esportiva já foi incorporada ao vestuário do dia a dia há algumas temporadas, o diferencial do Verão 2015 é que ela vem complementada pelo artsy. Grafites e artistas como o pintor Jackson Pollock são as principais influências quando o assunto é estamparia, resultando em trabalhos únicos.

smi-v15-7-600x482As obras do pintor Jackson Pollock podem ser um ponto de partida para a criação de estampas exclusivas

Já as modelagens valorizam as formas limpas dos anos 90, priorizando peças em alfaiataria. A cartela de cores mescla tons neutros como o branco ou preto com as cores primárias vermelho, azul e amarelo.
 smi-v15-8-600x334A francesa Céline explorou a estética em seu verão

smi-v15-9-600x385Assim como a Prada

Inocência e Sedução

O romantismo, munido de boa dose de sensualidade, é a chave para o tema. Musas como Brigitte Bardot e a jovem Ellen Fanning conseguem alcançar essa dualidade, e servem de referência para a estação. A cartela de cores é composta de tons candy, como se fosse uma caixa de macarons.

smi-v15-10-600x399Elle Fanning na campanha de verão da Miu MiuNas formas, destaque para os vestidos fluídos, como os vestidos camisolas, as saias midi e tops bra, além de peças com babados. Já nas padronagens, explore borboletas, gatinhos, boquinhas, poás vintage, florais aquarelados, bouquets e xadrezes delicados.

smi-v15-11-600x399Desfile da estilista francesa Isabel Marant

Natureza Tropical

O estilo de vida brasileiro, nossa fauna e flora são mais uma vez ponto de partida e inspiração para a moda. Para renovar a estamparia, misture referências como o verão no Havaí ou na Califórnia, além de agregar padrões gráficos mais modernos em preto e branco de fundo.

smi-v15-14-600x377Senac Moda Informação Verão 2015 – Natureza Tropical na coleção da Hermés

senac-moda-informacao2Senac Moda Informação Verão 2015 – Natureza Tropical na coleção da Hermés

Fonte: Fashion Bubbles

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )
Página 1 de 3123