Elegemos os desfiles que mais se destacaram na temporada N43 do São Paulo Fashion Week e apontamos onde já encontrar as coleções.

À La Garçonne

À frente da linha de roupas da loja de Fabio Souza há um ano, Alexandre Herchcovitch tem brilhado na nova fase da carreira. Em sua terceira coleção, o estilista segue unindo com maestria suas habilidosas técnicas de costura ao olhar street e underground que sempre esteve presente no DNA de suas criações – Alexandre apresentou mais um ótimo desfile, com casting eclético, repleto de peças fáceis e que são puro desejo, caso das jaquetas e moletons. Ponto também para a série de parcerias (foram mais de dez) a cruzarem a passarela – dos tênis, desenvolvidos com a Vans, às bijoux de Hector Albertazzi, passando por bolsas-desejo estampadas com as cordas que são marca registradas da grife criadas com a Escudero.

Desejo absoluto: jaquetas e moletons com prints de cordas, animais ou frase; t-shirts que brincam com o termo ÀlaGarçovitch e bolsas-saco com alça grossa para serem usadas enviesadas no corpo.

Onde encontrar o “see now, buy now”: parte da coleção já está à venda na loja da À La Garçonne, em São Paulo. A outra metade desembarca no espaço no próximo mês.

A.Niemeyer

Após comemorar dez anos de vida e inaugurar sua primeira loja no Rio, a grife paulistana estreou no SPFW provando que sua moda confortável é também muito chique. Originalmente dedicado aos momentos de lazer, o holiday wear de Fernanda Niemeyer e Renata Alhadef circula com louvor do trabalho à festinha. Ponto para a série mais esportiva do desfile, com moletons e calças desabadas, a mais autoral.

Desejo absoluto: casacos casulo de lã decorados inclusive com a versão recém-tosqueada do material.

Onde encontrar o “see now, buy now”: nas duas lojas da marca (São Paulo e Rio) e nos e-commerces OQVestir e Shop2gether.

Apartamento 03

Parte do line-up do SPFW há dois anos e meio, desde que foi adquirida pelo grupo Nohda, de Patricia Bonaldi, a grife é desde então um dos destaques da semana de moda. Um dos melhores a trabalhar no Brasil a alfaiataria, inclusive em versões festivas, o estilista Luiz Claudio Silva usou o “O Visconde Partido ao Meio”, de Italo Calvino – alegoria sobre um visconde que, numa guerra, é partido ao meio por uma bala de canhão, dividindo-se entre a maldade e a bondade – como inspiração para uma interessante dualidade, na qual tecidos aparentemente pesados foram usados de maneira leve.

Desejo absoluto: a alfaiataria-pijama bordada, ótima para surpreender no look de festa.

Onde encontrar o “see now, buy now”: na loja da marca em São Paulo.

Ellus

A grife celebrou 45 anos em grande estilo com um desfile que emocionou convidados e levou à passarela modelos que marcaram essa trajetória, como Carol Trentini, Carol Ribeiro, Luciana Curtis e Mari Weickert. Hits da história da Ellus foram revisitados em 74 (!) looks, que tiveram edição acertadíssima e passearam por todas as assinaturas da marca, caso do couro rock´n´roll e da caprichadíssima alfaiataria. Bônus: a apresentação marcou também o lançamento de uma nova etiqueta permanente, batizada de XLV, que a cada temporada relançará peças ícones da grife.

Desejo absoluto: saias e jaquetas de couro decoradas com babados estampados com florais.

Onde encontrar o “see now, buy now”: nas lojas da grife na Oscar Freire e no shopping Iguatemi, ambas em São Paulo, e no e-commerce da marca. Aos poucos a coleção desembarca nos demais pontos de venda espalhados pelo Brasil.

Gig

Em seu quinto desfile no SPFW, a grife mineira fundada por Gina Guerra e Patricia Schettino em 2002 mostrou sua versatilidade no tricô, usando a técnica como base para uma ótima coleção com o clima street que dá o tom da temporada. Sem deixar de lado os decorativismos que lhe são característicos, como babados e plissados, a Gig levou à passarela jaquetas bombers, moletons e vestidos usados sobre calças – construídos sempre em fios brilhantes e riquíssimos em texturas.

Desejo absoluto: moletons em tons metalizados e calças esportivas com elástico na cintura, tudo feito de tricô.

Onde encontrar o “see now, buy now”: na loja da marca em São Paulo e nos e-commerces Gallerist, Shop2gether e Farfetch.

Memo

Após estrear no SPFW na temporada passada com uma coleção desenvolvida a quatro mãos com Lolita Hannud, Patricia Birman se uniu desta vez às irmãs Renata e Lilly Sarti e provou novamente que o sportswear pode ser chique e interessante o suficiente para ser usado também em vários outros momentos do dia. As peças esportivas da marca aparecem super femininas, repletas de babados e referências a uniformes antigos de tênis e jogging,

Desejo absoluto: moletons com maxibabados coloridos.

Onde encontrar o “see now, buy now”: em pre-order na loja física da Memo. Parte da coleção já está à venda no OQVestir.

Two Denim

Ótima surpresa entre os estreantes da edição, a grife se destacou pela moda fácil e desejável sem ser banal. Lançada em 2013 pelo casal Flavia Rotondo e Alexandre Manetti – figuras experientes dos bastidores, à frente de um showroom de atacado há duas décadas –, a Two Denim nasceu originalmente dedicada apenas a peças sofisticadas de jeanswear. Na passarela, porém, o jeans premium da grife foi combinado a uma bem trabalhada série de camisaria romântica, em um guarda-roupa completo que incluía também tricôs com pompons e casacos de alpaca. À venda em 67 multimarcas, resta agora aguardar a primeira loja própria da grife, próximo passo de Flavia e Alexandre.

Desejo absoluto: camisas com babados e mangas volumosas.

Onde encontrar o “see now, buy now”: a coleção já está à venda em 67 multimarcas pelo Brasil, como Mares (SP) e Ka Store (Rio), além dos e-commerces OQVestir e Shop2gether.

Fonte: Glamour

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

saia1
As saias trompetes de Issa e Mary Katrantzou  (Foto: Divulgação)

As coleções resort 2015, que são desfiladas entre maio e junho, se encaixam entre as principais estações do ano e ditam tendências que a gente simplesmente a-m-a pinçar. Depois do destaque pras maxiflores, calças baggy e grafismos, é a vez de dar atenção às saias trompetes, aquelas com babadinhos na barra. Algumas grifes já apresentaram que o modelito vem com força e promete conquistar as fashionistas que adoram um look girlie.

O modelito, que já apareceu nas passarelas do São Paulo Fashion Week, Fashion Rio e no último verão da Dolce & Gabbana, vem com força total pra próxima temporada. Conhecida também como Fit and Flare, a peça justinha no corpo e ondulada na barra é superfeminina e permite várias combinações: t-shirts mais larguinhas, como no clique de Issa, ou um casaqueto de conjuntinho, tipo este rosa+amarelo apaixonante de Mary Katrantzou. Na foto abaixo, Prabal Gurung – que apostou na barra assimétrica – e Roberto Cavalli provam que os babados ainda podem aparecer em cima e embaixo. Tudo azul e franzido!

Das lisas às estampadas com texturas, das mais curtinhas às mais compridinhas, a saia é peça-chave do momento e ainda cabe em qualquer estação. Inspire-se nos cliques das coleções resort e prepare o look djá!

saia2
Os modelitos azuis de Prabal Gurung e Roberto Cavalli (Foto: Divulgação)

Fonte: Glamour

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Os metalizados, uma das tendências das passarelas para o inverno 2012, surgiram com força total direto dos guarda-roupas estilosos da modelo Kate Moss e das atrizes Jennifer Lopez e Ashely Madekwe. Em diferentes estilos, o trio abusou do brilho prateado para acender suas produções em festas e eventos ao longo da última semana.

A top Kate Moss apostou em um terno prateado na noite do dia 03.05, para um leilão beneficente em Londres, ao lado de seu marido, o roqueiro Jamie Hince, na aposta mais moderna dentre os três looks. Na mesma noite, Jennifer Lopez, que exibe figurino cheio de sensualidade semanalmente no palco do programa American Idol, surgiu com look mais comedido, de calça skinny preta e uma camiseta brilhante para assumir sua posição de jurada da competição.

Já a atriz Ashley Madekwe, do seriado de sucesso Revenge, prestigiou o estilista Naeem Khan com um de seus modelos, pequenos paineis prateados, para um jantar com o estilista no hotel Chateau Marmont, em Los Angeles.

Pouco a pouco, o brilho metalizado vai ganhando espaço no tapete vermelho: no mês passado, a atriz Catherine Zeta-Jones surgiu com um vestido elegante ao lado do marido Michael Douglas na abertura do Festival de Tribeca, em Nova York; em look similar, a atriz Rose McGowan optou por um longo de um ombro só, com brilho mais acentuado, para premiação em Los Angeles. Jennifer Lopez, novamente no palco do American Idol, também já apostou na tendência, combinando top branco casual com saia longa metalizada e vários colares longos como opção para os vestidos ousados que geralmente escolhe no programa.

Durante a última edição do São Paulo Fashion Week, Vogue também apontou a tendência dos metalizados como uma das apostas fortes para o inverno 2012, na mão do decorativismo, direto das passarelas nacionais nos desfiles das grifes Tufi Duek, Iódice e Alexandre Herchcovitch. E aí, vai encarar?

 

 

Fonte: Revista Vogue

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

 

Mais curtas na frente, seu uso exige certos cuidados.

Aagora o hit da moda é a saiamullet”. Para quem não sabe, esse era o nome dado para o cabelo usado pela dupla Chitãozinho e Xororó e muitos outros cantores, febre nos anos 80, que consistia em um corte de cabelo assimétrico, curto na parte da frente e comprido atrás, na nuca. O corte de gosto duvidoso chamava-se mullet, o mesmo nome que leva a saia curta na frente e comprida atrás.

Logo que surgiram, as reações a esse tipo de saia não foram muito favoráveis, sendo que alguns editores de moda a criticaram bastante. Entretanto, já no início do outono, elas apareceram em vários modelos, desde os mais longos aos mais curtos, comportadas, ousadas, plissadas, lisas ou estampadas.

“Assumo que de primeira não me apaixonei loucamente pela ideia, mas agora, em fase de franca adaptação, comecei a achar graça em alguns modelos”, explica a stylist Marcia Jorge.

De acordo com ela muitos estilistas brasileiros que apresentaram suas coleções na São Paulo Fashion Week criaram belíssimas versões da tendência tanto para a moda casual, como para a moda festa.

Segundo Marcia, para usar as peças que têm a parte da frente bem curtinha, é legal estar com as pernas em dia, bem torneadas e depiladas. Quem quiser criar um estilo rock and roll pode usar com meias trabalhadas e ankle boots. “Também ficam super lindas com camisa, regatinhas e t-shirts”, diz ela.

Estas saias podem ser usadas tanto com salto baixo como com alto, dependendo apenas do estilo de cada uma. “Ficam lindas com rasteirinhas, sapatilhas e até com abotinadas ou sandálias altíssimas”, complementa a profissional.

Marcia adverte que as saias confeccionadas com tecidos leves e sem babados são mais indicadas especialmente por que evitam o efeito visual de aumento de volume dos quadris.

“A assimetria virá ainda em decotes, mangas e barras, quanto menos óbvio mais interessante; quem não se acostuma com a proposta deve ver fotos e formas de se usar essa assimetria por que a moda fica bem mais divertida sem preconceitos!” justifica a stylist.

 

 

 

Fonte: Fashion Bubbles

Tags: , , , , ,

Comments ( 0 )

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos

Alexandre Herchcovitch apresentou sua coleção no High Line Room do Standard Hotel, na cidade de Nova York. No desfile do estilista para o Fall / Winter 2012 – 2013, as modelos usaram vestidos e casacos soltos e retos, mostrados na São Paulo Fashion Week.

“Para as mulheres que gostam de exibir a silhueta, Alexandre apresentou modelos justos, alguns até com aberturas ousadas na frente. Na cartela de cores predominaram o marrom, o amarelo e o dourado. Alexandre trabalhou com os tecidos seda, cashmere, pele e couro. A renda trouxe sensualidade para a coleção”, do Portal Terra.

Herchcovitch falou ao Terra  que tentou combinar dois mundos diferentes, o minimalismo e o excesso. De acordo com o estilista brasileiro, mostrar a coleção em Nova York requer bastante esforço, porque ele precisa se apresentar e contar sua trajetória, coisa que no Brasil não há necessidade, uma vez que os brasileiros já conhecem sua carreira.

Confira as fotos do desfile do Alexandre Herchcovitch em Nova York

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
Vestido de camurça  marrom. Saia de rendas com transparência e casaco – destaque para as golas

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
O detalhe xadrez da gola e da manga deu um charme especial para o inverno de Herchcovitch – Predominou na coleção corte seco e tons terrosos

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
Saia lápis e cintura marcada. O vestido tem um ar futurista. A cor dourada, aliada aos tons de marrom trazem mais requinte aos looks

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
O brilho metalizado aparece com força nas peças, a cor dourada também ilumina os looks

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
Mix de tecidos aparecem nos vestidos do desfile de Alexandre

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
Mix de tecidos é forte característica na coleção de Fall /Winter 2012- 2013 de Alexandre Herchcovitch

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
Brilho plástico, uma das tendências para o Verão 2013, começa a aparecer nas roupas do Inverno 2012/2013 de Herchcovitch

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
A delicadeza dos vestidos de renda trabalhados em camadas deixando os looks mais femininos, destaque para o vestido com gola alta

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotosAlexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
As rendas douradas dos vestidos vistas de perto – riqueza de detalhes e requinte

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotos
Os dourados são a grande aposta do estilista para a estação

Alexandre Herchcovitch na Semana de Nova York   Desfile da Coleção Fall / Winter 2012   2013 fotosFonte: Fashion Bubbles

Tags: , , , , , , ,

Comments ( 0 )

A moda brasileira feminina parece estar em uma fase de aperfeiçoamento técnico e vontade comercial. Noves fora, isso significa roupas cada vez mais bem-feitas, que falam diretamente com a cliente e que não esperam a coleção chegar às lojas para que a mulher comece a pensar em comprar. Afinal, todo mundo assiste desfile pela internet. Mais amadurecida, ela dá espaço para a moda de outros segmentos brilhar. Antes relegadas ao segundo escalão, as coleções para festas e para homens surpreenderam no último dia do São Paulo Fashion Week.

Alexandre Herchcovitch se inspirou nas vestimentas dos rabinos para liberar seu espírito criativo na mistura dos elementos religiosos com os esportivos e de alfaiataria. Modelou, costurou e deu o melhor acabamento o possível e, aí está, um caminho diferente a ser seguido pelos homens, claro, sem precisar usar o look total da passarela. Afinal, nesta seara (a masculina), a produção do desfile ainda é muito conceitual para ser vestida na vida real.

André Lima proporcionou um belo encerramento para uma temporada de inverno realmente sem fortes emoções (nem de moda, nem de eventos relacionados a ela). O estilista acertou na sua dose de exagero intencional, nas suas roupas ao mesmo tempo sensuais e divertidas, com uso de tecidos e acabamentos de primeira, efeito de alta-costura, e uma proposta nova para o segmento de moda festa: a do glamour com humor e, por que não, uma boa dose de auto-ironia, uma vontade de não se levar tão a sério. No final, é um pouco do que todos nós precisamos.

A seguir, entenda o último dia do São Paulo Fashion Week Inverno 2012 em 5 looks.

 

Fonte: UOL ESTILO

Tags: , , ,

Comments ( 0 )

Lino Villaventura encerrou o penúltimo dia do São Paulo Fashion Week aplaudido de pé pelos fãs. O desfile, porém, pecou por não conseguir construir uma imagem de moda intrigante e com alguma nova reflexão, como aconteceu em outras coleções do designer. A coleção, quase toda em preto, perdeu ao não usar a cartela de cores colorida e falsamente alegre de Bacon para criar imagens perturbadoras (no caso de Lino, exóticas e bonitas).

Se de um lado imperaram as loucuras de moda, do outro, a Maria Bonita investiu nas roupas com conceitos de moda depurados e temática brasileira, também destrinchada de maneira que seu inverno tenha uma cara de Brasil e seja cosmopolita ao mesmo tempo.

A seguir, desvende o quinto dia do evento em cinco looks.

 

Fonte: UOL ESTILO

Tags: , , ,

Comments ( 0 )

Duas das três marcas de moda jovem do dia causaram alvoroço na abertura e no encerramento do quarto dia do São Paulo Fashion Week. A Cavalera levou os fashionistas até a Estação da Luz, construção glamourosa e retrô do início do século 20 no meio da cracolândia, palco da polêmica ação policial de retirada dos viciados em drogas da região. Não houve tensão de classes, nem grande integração entre os povos (da moda e da região). Mas foi criada uma situação em que a beleza e a realidade do centro da cidade se relacionaram de alguma maneira com o mundo da moda. Já valeu alguma coisa.

Na Colcci, a atração, pela terceira vez, foi o ator hollywoodiano (estrela do seriado “Two and a Half Men”) Ashton Kutcher. Garoto-propaganda da grife, ele não desfilou e assistiu a top Alessandra Ambrósio, grávida, encabeçar a apresentação da coleção para o inverno 2012. Se a Cavalera ofereceu opção de streetwear com pegada roqueira, jaquetas tipo perfecto, jeans justinhos, sobreposições, a Colcci foi na contramão da juventude rebelde e sugeriu uma versão comportada e retrô (dos anos 50 aos 90) para seus clientes. Não era de jeito nenhum uma proposta “velha” e tinha opções bem modernas e antenadas para garotos e garotas. Mas sem dúvida, principalmente para as meninas, era uma coleção mais adulta.

A seguir, desvende o quarto dia de desfiles em 5 looks. (com reportagem de Ricardo Oliveros)

 

Fonte: UOL ESTILO

Tags: , , , , ,

Comments ( 1 )

 

Pedro Lourenço abriu o segundo dia de São Paulo Fashion Week com um desfile em seu ateliê, localizado no bairro de Pinheiros, em São Paulo. A coleção foi inspirada na Patagônia e cortes precisos, detalhes ricos, mix de materiais e estampas ultrarrealistas marcaram as peças.

Estreante no SPFW, Rodrigo Rosner, da R. Rosner, criou uma coleção inspirada em mariposas. Transparências, recortes localizados em pontos estratégicos e aplicações de cristais em tecidos nobres, como chantilly metalizado e tafetá, deixaram a coleção ainda mais delicada.

Alexandre Herchcovitch criou peças para uma mulher madura, elegante e discreta. Destaque para as peças feitas com renda dourada. Com tantas camadas, os vestidos não precisavam de forro. Na cartela de cores, tons inéditos para o estilista: bege, camelo, terra, mostarda.

FOTOSITE

Pedro Lorenço; R. Rosner; Alexandre Herchcovitch.

Pedro Lorenço; R. Rosner; Alexandre Herchcovitch.

A Iódice inspirou-se no livro Rock and Royalty, do estilista Gianni Versace. Na passarela, uma coleção bem noturna e sensual. O metal – ouro rosé e bronze – pautou a temporada. Ele apareceu em fios, telas e aplicações.

Para finalizar o dia, a Triton levou uma coleção repleta de bordados e estampas para a passarela. Misturando uma gama de tons de chocolate, amarelo e azul, com o preto pontuando em vários looks, as padronagens decoraram calças e vestidos de cintura baixa.

FOTOSITE

Iódice e Triton.

Iódice e Triton.

Tags: , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Tradicionalmente pintado de branco, cor que acentua o otimismo de suas curvas modernistas, o prédio da Bienal acordou vestido de negro para esta edição da São Paulo Fashion Week. A enorme exposição que ocupa o 1º andar, e aborda a transversalidade dos processos de criação, intensificou a sensação de densidade que a semana anuncia. Para rechear o dia e não deixar dúvidas sobre a seriedade da coisa, 4 desfiles consistentes colocaram a máquina fashion para funcionar. Veja como foi:

  

Dando a largada na semana paulista, com direito a casting estrelado, a Animale embarcou em uma viagem à Rússia czarista e trouxe de lá decor pesado, faiscante de pedrarias e veludos. A cintura baixa e os brilhos configuravam uma indisfarçável passagem pelos anos 1920, conforme visitado recentemente pela moda internacional. Some a mistura de vários looks baseados na estrutura, ou na falta dela, de um pijama. A opulência decorativa à antiga ocultou o habitual experimentalismo têxtil e formal exibido pela Priscilla Darolt nos desfiles da marca. O que não quer dizer que uma coisa e outra não estivessem lá.

  

Os anos 1980 segundo Thyerry Mugler, sportswear e texturas lunares entraram em conjunção na coleção concebida por Eduardo Pombal para a Tufi Duek. O trabalho primoroso de construção de superfície e a modelagem delineando o corpo marcaram esta bela coleção de ponta a ponta. Vale dizer que o comprimento na altura do joelho, somado às linhas de contorno que obedecem a anatomia, é aposta de boa parcela da moda global. Pombal é dos grandes talentos em atividade no país, e imprime uma assinatura inconfundível ao que faz, seja trabalhando sobre cultura indígena, como na estação passada quanto com o coquetel de referências de agora.

  

Cori acentuou a inclinação clássica ao optar pela montaria como referência para o outono-inverno 2012. A orientação conferiu um quê de tradição à maneira de uma Hermés, grife francesa que nasceu da cultura hípica e sempre retorna a ela, acentuado pela presença de acessórios estruturados de couro. Proporções balanceadas corretamente, cores quentes e graves, e aspectos sedutores dos materiais, particularmente do couro resinado, garantiram a boa passagem da coleção.

  

Propondo uma reflexão sobre a Agenda 21, o documento que selou a Eco-92 sediada no Rio de Janeiro, uma Osklen de veia militante encerrou o bom primeiro dia da São Paulo Fashion Week. A marca trouxe para a passarela militarismo redesenhado por novos recortes e volumes concentrados na parte superior do corpo. Os belos capuzes estruturados, uma base de conforto que atravessa todo o conjunto, cores vivas e forma experimental fazem do manifesto de Oskar Metsavaht uma bela experiência visual. Seria bonito encontrar essa roupa na loja da marca, mais bonito ainda encontrar pessoas vestidas dessa maneira pelas ruas.

Fotos: Mkt Mix/Divulgação e AGNews
Fonte: USEFASHION

Tags: , , , , ,

Comments ( 0 )
Página 1 de 212