Em 1913, ao inaugurar sua primeira butique, Coco Chanel escolheu Deauville, no noroeste da França, para abrigar o espaço. O balneário no litoral da Normandia não poderia estar em melhor sintonia com o guarda-roupa que a francesa proporia na sequência: peças com listras Breton e de inspiração náutica. Muito mais informais que as roupas que eram usadas pelas francesas até então, os looks remetendo ao uniforme dos marinheiros revolucionaram época e passaram a vestir as mulheres mais elegantes. Mais de cem anos depois, o navy segue como um clássico da moda – nesta temporada, porém, firma-se como tendência máxima das passarelas, em versões que vão muito além do listrado de sempre.

Enquanto a Hermès apresentou calças e casacos com um patchwork gráfico de tons de azul, Maria Grazia Chiuri passeou entre reinterpretações rústicas, artsy e festivas do náutico no verão 2018 da Dior. O clima marinheiro também invadiu as coleções nacionais para o inverno 2018: Cris Barros apostou em listras fininhas para decorar ternos de shape oversized, e a Framed, marca própria do e-commerce Gallerist, brincou com o navy em clima artsy. “As listras vieram de um olhar para São Paulo, cidade que inspira a coleção. Mas a influência navy está sempre presente no meu subconsciente, é algo atemporal e, de certa forma, sempre visualizo Picasso com suas camisetas de marinheiro na praia”, diz Cris.

Já na Framed, a referência vem do trabalho do argentino Julio Le Parc, expoente na arte cinética. “ A maneira como ele usa linhas, pontos e cor para criar suas obras inspira um clash de estampas, formado por círculos de diferentes proporções”, conta Amanda Cassou, ela mesma super adepta do navy em seu guarda-roupa. “Também adoro apostar em peças com listras náuticas para quebrar o aspecto over de qualquer item animal print. É uma ótima combinação”, ensina. Levantar âncora!

ALFAIATARIA
O terno segue em alta por mais uma estação – aposte em listras bem finas para atualizar os modelos de shape oversized. A bolsa de acrílico e bambu e os brincos de conchas imprimem um mood mais tropical ao look que é a cara das francesas

RETRÔ
Quebre a mesmice do pretinho básico noturno sobrepondo-o à polo listrada de tricô – a peça criada nos anos 20 por René Lacoste volta como item da vez. Em versão telada, a bota de cano alto não fica restrita às baixas temperaturas

ARTSY
Brincar com diferentes grafismos em tons de azul e branco é dica para misturar estampas sem erro. O vestido que faz referência ao trabalho do argentino Julio Le Parc pede bota-meia em tons de vermelho

ESPORTIVO
O mood sportswear que domina a moda há diversas temporadas ganha interpretação sofisticada no conjunto matelassado tingido de marinho – com equilíbrio perfeito entre conforto e elegância, é a pedida perfeita para o fim de semana.

PARA INCORPORAR JÁ!

JAQUETA RÚSTICA
Dê um upgrade no look jeans e camisa branca trocando o casaco de lã marinho que é um clássico de qualquer guarda-roupa por uma peça de franjas e trama manual.

VESTIDO BOHO
O vestido boho e fluido ganha mood urbano tingido de marinho e acompanhado de tênis, cinto largo e bolsa cruzada sobre o corpo.

BRILHO DESCONTRAÍDO
Styling esperto para levar o paetê para o dia a dia: aplicar o decorativismo em uma saia listrada, que circula à luz do sol combinada a uma jaqueta college, como o modelo desconstruído da Monse.

PARKA ESPORTIVA
Em seu verão 2018, apresentado no mês passado em Nova York em formato “see now, buy now”, Ralph Lauren propõe um navy esportivo ao apostar em parkas de náilon decoradas com grafismos.

ESTAMPA NÁUTICA
Na hora de incorporar o navy, vá além das listras e brinque com prints de cordas e barcos – e injete elegância ao conjunto superconfortável em estilo pijama.

FESTIVO
Vale levar o navy também para o gala: listras desconstruídas em mood op art descontraem o longo rodado em estilo princesa.

Fonte : VOGUE BRASIL

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Chove chuva, chove sem parar… É, de acordo com as previsões do tempo, a música de Jorge Ben Jor será a trilha sonora perfeita para embalar os próximos dias ao redor do Brasil. Vai fazer sol, sim, mas também vai chover em algum momento do dia – palavras do Climatempo. Então é hora de lançar mão dela, a capa de chuva – e, melhor, transformá-la em uma peça supercool no seu look!

As coloridas são ótimas e as pretas, idem. Basta jogá-las por cima da produção e sair, né? Sem segredos. Então, bora falar das transparentes – desde que Karl Lagerfeld desfilou os seus casacos de plástico incolor para o verão 2018 da Chanel, a peça tem aparecido no street style nacional e internacional. Vale investir! Além de ser a aposta mais charmosa do momento, ela é versátil e, melhor, não esconde o look do dia.

Selecionamos 3 referências para você entender e se inspirar!

Olha só:

1. MIX DE PROPORÇÕES

O trench coat comprido, mais clássico, fica descolado sob a capa transparente mais curta e com contorno preto.

2. BRINQUE COM AS CORES

Aproveite a transparência para caprichar na combinação. Com a capa, o candy color funciona até no inverno.

3. PEGADA ESPORTIVA

Para quem não curte a modelagem tradicional, vale investir numa capa de pegada esportiva. Olha que linda esta que parece uma parca.

Fonte: Glamour

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )

Se depender dos desfiles da semana de alta-costura de Paris, o verão 2018 será mais romântico. Prepare-se para usar laços (e mais laços) nos vestidos de festa da temporada: o efeito decorativista surgiu em profusão nas passarelas de grifes como Chanel, Giambattista Valli e Elie Saab injetando delicadeza imediata a roupas e acessórios.

Na coleção da maison francesa comandada por Karl Lagerfeld, surgem em tom de pink intenso amarrados na cintura ou mesmo arrematando vestidos tomara-que-caia.

Já o rei das festas, Elie Saab, amarrou laçarotes gigantes no pescoço das modelos – truque de styling dramático que acompanhou os vestidos de musselina de seda, chiffon e tule, bordados com motivos geométricos e florais art déco bordados inspirados em Mistinguett, Josephine Baker, Kiki de Montparnasse e outras musas dos anos 1920. Giambattista Valli apostou em laços de cetim sobre seus vestidos espetaculares de tule. Vai se amarrar?

 

Fonte: VOGUE

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comments ( 0 )